sábado, 14 de outubro de 2017

Memória da Tomada dos Sete Povos de Missões da América de Hespanha (Gabriel Almeida, 1806)



MEMORIA DA TOMADIA DOS SETE POVOS DE MISSÕES DA AMERICA DE HESPANHA
Que hoje se acham annexos ao dominio do principe regente de Portugal, nosso senhor: escripta em Lisboa, no anno de 1806, por Gabriel Ribeiro de Almeida.

Governava a capitania do Rio Grande de S. Pedro o tenente general Sebastião Xavier da Veiga Cabral, quando no anno de 1801 se declarou a guerra entre Portugal e Hespanha. Logo que lhe chegou esta noticia por Pernambuco, mandou pôr editaes, para que os povos conhecessem a nação hespanhola por inimiga. Não ha palavras com que se expresse o alvoroço de todos os habitantes d'aquella capitania, na esperança de fazerem com as armas na mão uma divisão de limites mais vantajosa. Recebida emfim a certeza por officio do vice-rei do Rio de Janeiro, feita a declaração da guerra com a formalidade do costume, mandou o governador apromptar as tropas, tanto pagas como milicianas; mas reflectindo que o meio mais essencial de conservar a disciplina nos corpos militares, e individualmente a satisfação de cada soldado pelo bem do real serviço, é tel-os bem pagos de seus soldos, e vestidos de seus uniformes, e que desgraçadamente aquella tropa estava reduzida á ultima miseria, não tendo por si mais que a sua coragem, pois que a thesouraria do Rio de Janeiro, por quem n'aquelle tempo eram pagos, lhe devia distinctamente doze para quinze annos de soldo, e outro tanto ou mais de fardamento, por unico recurso contou com a disposição dos povos para vestir a tropa, pois os via tão desejosos de guerra; deu as ordens aos chefes dos regimentos, tanto ao coronel Manoel Marques de Sousa, como ao tenente coronel Patricio José Corrêa da Camara, que convocassem as pessoas principaes do povo, e lhes expozessem a necessidade que havia de soccorrera tropa para marchar n'aquelle rigoroso. inverno a campanha. O mesmo espirito de patriotismo, que havia feito que os povos gostassem entrar voluntariamente na guerra, fez com que em poucos dias se vestisse a tropa; porque, os que não podiam dar dinheiro davam pannos, hois, cavallos, carros e escravos, offerecendo aos trabalhos tudo em beneficio da tropa e do estado, eisto continuaram a praticar em toda a guerra.

Dividido o exercito em dois corpos, o fez marchar para as fronteiras respectivas, uma do Rio Grande, e outra do Rio Pardo; a do Rio Grande, commandada pelo coronel Marques de Sousa, se compunha de oitocentas praças, a maior parte milicianos; e a do Rio Pardo, commandada pelo tenente eoronel Patricio José Corrêa da Camara, se compunha de setecentas praças, tambem a maior parte milicianos.

N'esta mesma occasião chegavam os mais poderosos d'aquella capitania a pedir licença ao governador para levantar companhias de gente de cavallo, e armal-os a sua custa, para sahirem contra o inimigo; e os mais pobres se juntavam em ranchos, e faziam o mesmo: e como todos levavam facil concessão, concorreu para o exercito gente innumeravel e resoluta, com faculdade de passar adiante dos exercitos, e fazer as hostilidades possiveis ao inimigo. D'esta sorte se apresentou n'aquella fronteira um exercito formidavel, não tanto pelo numero dos individuos, como pela disposição dos animes, e isto sem despeza do estado, e a maior parte d'estas tropas milicianas, esta a mais atrevida, robusta e activa nas suas campanhas, em quem os povos confiavam o seu triumpho.

Os hespanhoes, vendo os movimentos dos dois exercitos portuguezes, que marchavam para as raias, abandonaram as guardas, de maneira que já as nossas tropas não acharam nas ditas guardas senão as barracas, que logo demoliram, e começando pela lagôa Merim para o Norte, eram as guardas as seguintes: 1.a, a da Lagôa; 2.a, Quilombo; 3.a, S. José; v4.2, Santa Rosa; 5.a Santa Tecla; 6.a, Taquarembó; 7.a, Batovi; 8.a, S. Sebastião; as duas ultimas para a parte de Missões, e as mais da parte de Montevideo, confrontando com o Rio Pardo e Rio Grande; e da Lagoa Merim para o Sul, no estreito e terra que corre entre ella e o oceano, haviam duas guardas, que foram avançadas pelo capitão Simão Soares da Silva, e o tenente José Antunes, que do Rio Grande sahiram para atacar aquellas guardas, quando marchava o exercito para a fronteira; pois não deixou de lembrar ao governador que podia entrar o inimigo por aquelle estreito entre a Lagôa Merim e o oceano, e vir sorprehender a villa de S. Pedro, na ausencia d'aquellas tropas, cujos officiaes destruiram as ditas guardas, e se retiraram com o despojo que n'ellas acharam.

Retirando-se os hespanhoes das guardas mencionadas, se recolheram e reuniram em um forte de campanha denominado Serro Largo, e alli se fortificaram.

Entre os voluntarios paizanos que se offereceram para ir contra o inimigo, foi um d'elles Manoel dos Santos Pedroso, homem fazendeiro e soldado miliciano; e obtida a licença, marchou com 40 homens, de que se fez chefe, atacou e pôz em fugida a guarda de S. Martinho, e na posse d'esta, passou a saquear algumas fazendas; n'estas immediações se retirou com mais de 100 animaes vaccum e cavallar deixando em abandono aquelle posto; e o capitão Francisco Barreto, aproveitandose da occasião, não se descuidou de pôr immediatamente guarda nossa, pois é principal entrada para Missões. José Borges do Canto, e eu com 40 homens, fizemos a grande conquista de sete povos de Missões, que vou a referir.

O dito Canto tinha sido soldado de Dragões, e antes de ser disciplinado no seu regimento havia desertado, ha bastantes annos, e vivia entre os portuguezes e hespanhoes n'aquella vasta campanha povoada de uma nação de gentios charruas e minuanos, couto e refugio dos criminosos de ambas as nações. O dito José do Canto ora entrava na capitania do Rio Grande de S. Pedro, d'onde era natural, ora nas terras dos hespanhoes,a traficar contrabandos: em uma e outra parte passeava occulto, pois se tinha feito celebre com a sua vida extravagante e odiosa a ambas as nações; e sabendo que havia perdão geral aos desertores, se apresentou ao tenente coronel Patricio José Corrêa da Camara, e pediu licença para sahir a fazer alguma hostilidade ao inimigo; e obtida que foi esta, sahiu por entre as fazendas, convocando alguns seus conhecidos, e incorporou comsigo 14 homens.

Andava n'esta mesma diligencia um tenente da capitania de S. Paulo, chamado Antonio de Almeida Lara, que por seu negocio vivia n'aquella capitania; este tinha comsigo 12 homens, e se incorporou com o dito Canto, e sahindo ambos para a fronteira, chegaram á guarda denominada S. Martinho, onde eu estava destacado debaixo das ordens do alferes André Ferreira, que alli commandava sujeito ao capitão Francisco Barreto, que commadava aquelle districto, e se achava distante duas leguas, e respondia por elle ao tenente coronel Camara.

Na dita guarda me offereci a acompanhal-os, levando em minha companhia 6 camaradas da mesma, e no primeiro dia de marcha encontramos 8 homens, commandados por Antonio dos Santos, que andava explorando a campanha, e unindo-se tambem a nós, com estes completaram 40 homens de armas, com os quaes se fez a conquista, que vou descrevendo.

Entrámos n'esta campanha no mez de Agosto na força e rigor de inverno, que foi a causa da nossa felicidade em todos os successos. No primeiro dia fizemos 10 leguas decaminho, e pela noite ser tenebrosa, tomámos a guarda denominada S. Pedro, sem sermos sentidos, e sem dar tempo a pegar em armas; achamos alli 30 indios, commandados por um hespanhol, que pozemos em prisão, e os indios em liberdade, e os capacitámos que a guerra era com os hespanhoes, e não com elles. Com isto se pozeram em socego, e nos fizeram bons officios; não lhes consentimos saqueio algum por não desgostal-os, e unicamente nos refizemos de cavalgaduras, pois n'este lugar haviam mais de 1,000 animaes, entre vaccum e cavallar, e seguimos a nossa viagem com o designio de voltar quando podessemos dar noticias certas das forças que havia n'aquelles povos.

N'este lugar me pediu o Canto quehouvesse de tomar parte no commando e direcções d'aquella empresa, pois se confundia com o não entendera lingua d'aquelles indios, e eu os ontendia perfeitamente; consenti na proposição, e tratamos consultar mutuamente em tudo quanto nos fosse preciso.

No terceiro dia de marcha avistámos algumas armas muito ao longe, e vimos que se encaminhavam para a nossa parte; fizemos-lhes emboscada em um desfiladeiro, e nos cahiram prisioneiros, sem haver a menor resistencia. Estes homens eram exploradores da nação inimiga, que circumlávam aquella campanha para fazer aviso de toda a novidade que encontrassem. O que os commandava, pela portaria que me apresentou, mostrava o grande conceito que d'elle fazia o governo, e por fim era um insigne salteador, desertor das nossas tropas, chamado João Ignacio, que estava aggregado ao serviço de Hespanha; e logo que foi reconhecido, o conduzimos preso pela inconfidencia e traição. No seguinte dia tomamos o porto denominado Santo Ignacio; aqui havia uma pequena guarda em resguardo de 500 cavallos; n'este lugar fomos instruidos do estado em que estavam aquelles povos pela informação seguinte. Disse-noso que commandava que dalli distante quatro leguas havia uma guarda denominada S. João Merim, onde havia 10 hespanhoes escolhidos e armados, e que tambem havia muita cavalhada, boiada mansa, e gado de munição dos povos, e 60 indios para o seu costeio; e do dito S. João Merim a seis leguas estava um acampamento, que se tinha principiado havia oito dias, e era para disciplinar as recrutas, e para acampar as tropas que alli se haviam de reunir, vindas da cidade da Assumpção, de Paraguay, e dos mais povos além do Uruguay, para marcharem contra os dominios de Portugal, e que aquelle acampamento distava uma legua da capital.

Sabida esta noticia, resolvemos atacar o dito acampamento, para o que essa noite adiantei-me com 20 homens, deixando outros 20, para marcharem na manhãa seguinte com o Canto, e mais gente d'armas. Essa noite puz em cerco a guarda referida, e ao aclarar o dia puz tudo em prisão, favorecendo me o escuro da noite horrorosa tempestade, que facilitou minha resolução; e chegando meu companheiro Canto, que tinha ficado como já disse, cuidámos em viajar, pondo muitas precauções essa noite, para que não fosse algum aviso ao acampamento; marchamos as ditas seis leguas, e nos avisinhámos a elle.

Era este sitio em terreno alto, resguardado de um matoe dois caudalosos arroios, em cujas entradas não haviam guardas avançadas; pois parecia-lhes impossivel entrarem tropas portuguezas sem serem sentidas pelas guardas ou exploradores da campanha, pois d'este acampamento ás nossas raias dista trinta leguas; por este descuido em que estavam foi nossa entrada feliz.

Depois de ter explorado o acampamento, dispozemo-nos para a acção, pois vinha rompendo o dia. Pozemo-nos em linha de batalha a tropa que levámos, que se compunha de quarenta praças, como em outra parte já disse, commandando eu e José do Canto. Haveria, pouco mais ou menos, 500 passos de distancia entre nós e o dito acampamento, e já teriamos avançado a metade, quando, picando a marcha a toda a brida, rapidamente nos fizemos senhores d'aquelle acampamento, sem haver um grito de «armas» nas sentinellas;e como sahissem alguns tiros da barraca do commandante, que era D. José Manoel de Lascano, foi preciso fazer fogo, e sempre houve 14 mortos e bastantes feridos; e da nossa parte houve somente um camarada ferido. 

Havia n'este acampamento 100 hespanhoes de armas, e 300 indios, os quaes ficaram livres da hostilidade d'este assalto, por estar o seu abarracamento algum tanto separado do dos hespanhoes. Alcançada a Victoria, ao aclarar do dia reflecti eu que os indios estavam suspensos, e aproveitando-me da occasião, por ver o susto em que estavam, lhes fiz uma falia no seu idioma, conforme as mais vezes tinha praticado; animei-os, e lhes fiz ver que a guerra não era com elles, e para mais os attrahir, o pouco despojo que havia n'este acampamento, consultando com o Canto, foi repartido por elles, e isto lhes fez tomar o expediente de se unirem ás nossas armas; e vendo-nos munidos d'estes 300 homens, consultamos investir a capital, que estava á vista. Reparti então os novos soldados em pelotões, e avançámos ao dito povo de S. Miguel. Depois despachámos uma parte ao capitão Barreto, dando-lhe conta de tudo circumstanciadamente, e avisinhámo-nos á capital; não a levamos de escalla por ter artilheria, mas pozemol-a em sitio, cujas escoltas e patrulhas, que dirigiamos a elles, a inquietavam em diversos lugares dos seus muros. Este sitio foi posto ás 11 horas do dia, e sc divulgou tanto n'aquellas circumvizinhanças. que, quando foi á noite, achamo-nos com mais do mil indios debaixo do nosso commando. 

No dia seguinte despachamos outra parte, em que davamos conta de estar a capital d'aquelles sete povos em sitio, e que nos viesse soccorro. Apertamos o sitio de tal- fôrma, que, dentro em tres dias, se rendeu por uma capitulação, feita e assignada por nós e o tenente coronel D. Francisco Rodrigo, que alli residia, e governava os sete povos. Entramos n”este povo, tomando d'elle posse, e se retirou o dito D. Francisco para odo rio Uruguay, levando comsigo duzentos homens, que era a guarnição que alli havia.

D'este acontecimento demos parte ao nosso chefe, que era o capitão Barreto, e já eraa terceira, que davamos, sem termos resposta nem soccorro.

Pondo este povo em tranquillidade, dirigi oflicios aos mais povos pertencentes aquella conquista, cujos commaudantes não tiveram duvida em se render, pois viam a sua capital tomada.

Com isto entramos em detalhe de governo, tomando posse dos povos que estavam mais immediatos, que vem a ser S. Lourenço, S. João, S. Luiz, S. Angelo, para cujos povos marchei, deixando com o Canto vinte homens de guarda na capital, e levando comigo outros vinte.

Chegando aos ditos povos, cuidei logo em recolher os estandartes das camaras, fazendo ver que não deviam ser arvorados mais, porque odominio hespanhol tinha cessado, cujos estandartes entreguei ao fallecido governador.

Ainda que as circumstancias da guerra não me permittiam demora no recebimento d'aquelles povos, comtudo sempre falhava um dia em cada povo, e fazia por contentar ao publico, assistindo aos seus festejos, empenhando-me em' contentar aos reverendos curas das igrejas, mostrandolhes muita benignidade, e capacitando-os que seriam respeitados das nossas tropas; e roguei-ihes juntamente que não desamparassem suas igrejas.

Esta politica que usei, foi o motivo dos ditos padres se conservarem no mesmo cuidado d'aquelle grande numero de almas que tinham a seu cargo, não obstante terem o passo livre para seretirarem, segundo as condições da capitnlação e ainda alli se conservaram até a minha retirada d'aquelles povos, que foi em 1805. Acabada a diligenciado recebimento d'aquelles povos, recolhi-me a S. Miguel.

Manoel dos Santos Pedroso, que tinha feito o saque na guarda de S. Martinho, entrava novamente com os 40 homens que o acompanhavam, e chegando ao povo de S. Miguel, como já o visse tomado, pôz-se em consulta com os seus camaradas, e reflectindo eu n'isto, lhe fiz uma falia, que nos reunissimos, pois incorporados todos eram maiores as forças, e que eramos juntamente vassallos de um mesmo soberano. Respondeu-me com palavras equivocas, e no mesmo dia seguiu para o povo de S. Nicolau, que ficava quasi nas margens do rio Uruguay, onde esperou o tenente-coronel que se retirava, fiado nas condições da capitulação, e por consequencia sem susto, e antes de chegar ao rio Uruguay, o atacou uma noite e a seu salvo o fez prisioneiro, e pòz em fugidatodaa genteque o acompanhava, ficando senhor de toda a equipagem, fazendo voltar e conduzir para traz por uma guarda de homens sem pundonor algum, pois o insultaram n'esta conducção para lhe tirarem quanto trazia de precioso.

N'esta occasião chegavamos, eu de tomar posse dos povos, o sargento-mór de Dragões José de Castro Moraes com tropas em soccorro, e o sobredito tenente-coronel hespanhol preso, e todos nos juntámos em S. Miguel. Examinada a causa d'aquella prisão foi respondido que quem tinha feito aquella capitulação não eram os officiaes, e por consequencia o dito Santos mandava preso para o Rio Pardo ao dito tenente-coronel. Esta acção nos foi muito sensivel, mas como já estava o official superior presente, a elle competia prevenir e remediar tudo. O capitão Manoel Carneiro e o tenente Francisco Carvalho foram os que se incumbiram e empenharam a fazer com que os soldados do dito Santos,que conduziamao tenente-coronel, entregassem o que lhe tinham tirado, O sargento-mór Moraes olhava tudo com refinada politica, estudando os meios de escurecer os nossos serviços, e lembrando-se ser o Canto soldado do seu regimento, quiz puxal-o ao esquadrão, etiral-o do commando d'aquella conquista, não fazendo apreço dos nossos serviços.

O Canto, mal costumado na sua vida dissoluta a soffrer e ainda mais com a vaidade de conquistador, cuidou em prevenir-se. e assentou defender-se comas mesmas armas com que tinha acommettido ao inimigo: eu reflectindo que a minha prudencia não era bastante para remediar tantas contraversias, tomei o expediente de passar ao Rio Grande, a dar conta ao governador, não d'aquellas intrigas, mas sim da conquista.

O tenente coronel hespanhol, sabendo que me dirigia a dar esta conta rogou-me lhe conduzisse uma carta, ao que eu não tive duvida, n'ella se queixou do dito Santos ao governador, facto que fui saber no quartel-general. Tomou contada nossa conquista o sargento-mór José de Castro Moraes, não com a regularidade devida, mas como quem estava com a disposição que dissemos; e eu marchei para a villa do Rio Grande, aonde cheguei em occasião que já estava o governador doente; entreguei ao ajudante das ordens José Ignacio da Silva os estandartes, a capitulação, e os mais documentos que levava, como tambem acartado tenente coronel hespanhol. 

O Governador, pesando o valor de nossos serviços, fez n'esta occasião condecorar a José Borges do Canto com o posto de capitão de milicias, e eu em tenente da mesma companhia; e deu ordem para que fosse nomeado para alferes o que fosse demais merecimento dos 40 individuos a quem se devia aquella conquista; e foi nomeado Francisco Gomes de Mattos. Tambem deu ordem o governador para que fosse preso Manoel dos Santos Pedroso, pelo insulto feito ao dito D. Francisco, governador que tinha sido d'aquelles povos; o que não se efféctuou com a morte do governador, que foi d'alli a poucos dias; mas antes, depois de ter dado esta ordem, o mesmo governador o condecorou como posto de tenente de milicias, por condescender com a vontade e proposta do tenente coronel Camara, que mandou ao furriel José Maria com uma promoção ao Rio Grande, para que a assignasse antes de morrer, em cuja occasião foi incluido o dito Manoel dos Santos. 

Eu e os meus camaradas bem conheciamos a José do Canto, que era homem intrepido e valoroso; porém, ha muitos annos desertor, e por consequencia indisciplinado, não sabia do terreno, ignorava a lingua, embaraçado em manobra, e era d'estes homens determinados, mas sem deliberação em acção; comtudo, a fama que tinha adquirido nas suas extravagancias fez com que o preferissemos no commando, porque tambem não tinhamos assaz conhecimento das suas qualidades, pois nem ler nem escrever sabia, e assim o tenente e eu não duvidámos ceder-lhe, para evitar desordens, e ultimar o fim da nossa carreira. O tenente Lara, apesar das suas virtudes, não tinha nascido para a guerra; a sua constituição, e talvez educação, o desviavam da campanha: essa a razão porque não apparece nos combates, e se occulta n'esta memoria.

No em quanto José Borges do Canto e eu conquistavamos os povos de Missões, não estava o exercito ocioso; estando o coronel Manoel Marques em uma guarda abandonada pelos hespanhoes, denominada da Lagòa, teve aviso que além do rio Jaguarão apparecia um grande corpo de inimigos; despediu o capitão de milicias Antonio Rodrigues Barbosa, o capitão Antonio Xavier de Azambuja, e o alferes Hyppolito de Couto, com duzentos e quarenta homens de armas, a encontrar-se com o inimigo, e em dois dias de campanha se toparam. 

Entrando os ditos officiaes em consulta para fazerem aquelle ataque, oppôz-se a isto o capitão Azambuja, dizendo que ia primeiro observar em um alto se o inimigo trazia artilheria, e se retirou, levando comsigo a sua companhia. Conhecido pelos outros o medo, consultaram os dois officiaes, e entraram na acção, com tal valore intrepidez que venceram e destruiram o inimigo, ficando com a victoria d'esta acção o capitão Antonio Rodrigues Barbosa e o alferes Hyppolito de Couto. Houveram cincoenta mortos, setenta prisioneiros, entre estes dois capitães e um alferes; dos nossos só morreu um cabo de esquadra.

Depois d'esta acção fez o commandante Manoel Marques de Sousa marchar aquelle exercito para a fortaleza do Serro Largo, onde dissemos tinham-se ido incorporar as guardas hespanholas, quando abandonaram a sua fronteira; e chegando o dito coronel a fortaleza, combateu-a e tomou-a por uma capitulação, retirando-se a tropa hespanhola; entregaram-lhe aquelle forte com quatro peças, munição de guerra e cinco mil pezos duros em prata. A tropa que guarnecia esta fortaleza era o seu numero setecentos e sessenta homens, pois tinham sabido outros tantos d'esta mesma praça commandados pelo coronel Quintana, com o designio de ir atacar a fronteira do Rio Pardo, quo não teve effeito, como adiante se dirá.

No segundo dia d'esta conquista se pôz o nosso exercito em retirada para o rio denominado Jaguarão. Deixo aos politicos decidir sobre este modo de proceder. Os sete povos de Missões conquistados com um punhado de homens, e por meros soldados, acham-se debaixo dos dominios de S. A. R.; e aquella fortaleza do Serro Largo, conquistada por aquelle coronel, munido de artilheria, e com 800 homens, está possuida dos hespanhoes, que em poucos dias se senhorearam outra vez della. 

Retirado o nosso exercito, tanto que passou o rio Jaguarão para a nossa banda, o sobredito coronel licenciou a tropa, deixando só 200 homens de guarnição n'aquelle passo, commandados pelo tenente-coronel Jeronimo Xavier de Azambuja, e se retirou para o Rio Grande, por saber estava o general á morte. Este modo de obrar, de licenciar a tropa, e entrar o inimigo nesta mesma occasião de posse da fortaleza, que tinha perdido, foi digno de reparo a todos os prudentes, e ainda ao povo; seja o que fôr, eu não me proponho senão a dizer a verdade do que aconteceu.

Apossado o inimigo da fortaleza, adiantaram-se mais, até chegarão passo do Jaguarão; e como o achassem com os 200 homens que dissemos, parou o exercito inimigo, e mandou seu commandante, que era o marquez de Sobre Monte, dizer ao commandante d'aquelle passo, que era o referido Azambuja, que logo e logo lhe désse o passo livre: respondeu este por uma carta (pois o marquez tambem tinha escripto ) que o seu commandante e governador estava na villa do Rio Grande, que S. Exc. lhe concedesse tres dias para lhe dar resposta; e sendo-lhe concedidos, no mesmo instante deu parte ao coronel, e este para Porto Alegre ao brigadeiro Francisco João Rici, que commandava aquella repartição, enão se deu resposta ao marquez, como se promettêra; mas entretanto se enterrou o governador Sebastião Xavier, e tomou contado governo o brigadeiro Rici, e desceu immediatamente para a villa do Rio Grande, onde achou os povos em grande confusão, dispondo-se para passarem a S. José do Norte, antes que entrasse o inimigo; pois sabiam da retirada do exercito, e não havia providencias para encontrar o inimigo na fronteira; mas, com a chefia da do novo governo interino a esta villa, se pôz tudo em socego com a providencia que se veio dar. 
Fez immediatamente marchar para Jaguarão o coronel Marques, levando consigo as tropas do seu commando; fez marchar tropas a engrossar as guardas de Itaim, como tambem a do Alhardão, e no estreito da terra, entre a lagôa da terra e o mar oceano, pelo receio que havia de entraroinimigo a surprender a villa fez descer da fronteira do rio Pardo o segundo corpo do exercito, que commandava o tenente coronel Patricio José Corrêa da Camara, com ordens de acommetter o inimigo, ou a reunir-se ao exercito que commandava o coronel Marques, a quem tambem deu a mesma ordem. Depois que deu estas providencias, dispunha-se o mesmo brigadeiro a sahir para a campanha, quando n'esta occasião chegou a paz; tinha dado todas as providencias que podia dar um bom e experiente general.

Marchava o exercito da fronteira do Rio Pardo para Jaguarão, e só lhe faltavam dois dias de marcha, para se ver com o que commandava o coronel Marques, quando receberam os dois commandantes ordem do brigadeiro e governador que não executassem a ordem, que lhes tinha dado, de acommeter o inimigo; mas sendo avisado o brigadeiro que o marquez de Sobre Monte, general do exercito hespanhol, sem attenção ao beneficio da paz, perseverava no mesmo projecto, e em espirito armado, o dito brigadeiro escreveu nos termos seguintes: — Que elle havia ordenado ao exercito portuguez que passasse o rio Jaguarão para acompanhar o exercito de S. M. Catholica, que S. Ex. commandava até Montevidéo, mas que suspendêra a execução d'esta ordem, por observar a que tinha de S. A. R. o principe de Portugal, que havia celebrado com S. M. Catholica tratados de paz; mas que agora via S. Ex. perseverar na intenção de passar áquem de Jaguarão, sem attenção as mesmas razões da paz; e que isto lhe não parecia bem: com tudo, se S. Ex. era servido pôr em execução seu intento, podia vir; mas que advertisse que havia passar pelo dezar de não o concluir, em quanto as aguas do dito Jaguarão podessem levar os cadaveres dos seus soldados; e quando estes fizessem váo, por onde o exercito hespanhol passasse com as armas na mão para entrar nas terras que ao presente são da coroa de Portugal, e a pessoa de S. Exc. viesse na retaguarda, que tivesse a certeza que não havia voltar para o seu quartel, porque o acharia perpetuo, e todo o exercito do seu commando nas mesmas terras de Portugal.

Foi tal a aceitação d'esta carta que, com maduro e prudente conselho, cuidou o marquez em se retirar. Via uma carta cheia de razão, via que as tropas portuguezas anhelavam pela peleja, e via finalmente uma serie de continuados estragos, que haviam os hespanhóes experimentado; a sua retirada foi a decisão, e n'esta fórma finalizaram as suas campanhas as tropas d'esta fronteira, e ficou o rio Jaguarão por divisa, ou servindo de limite, ainda que podia ser pelo Serro Largo.

Em quanto fiz a viagem, que já disse, ao Rio Grande, esteve o Canto em S. Miguel até a minha volta; e os hespanhóes a reunirem tropas, para retomar os povos perdidos, e o sargento mor José de Castro Moraes, e a seu exemplo a mais tropa, cuidava mais em locupletar-se, que na conservação d'aquella conquista.

Chegando eu ao povo S. Miguel na volta do Rio Grande, tinha tomado conta do governo politico daquella nova conquista o sargento mór José de Saldanha, e retirou-se o sargento mór Moraes, o capitão Manoel Cancro, o capitão José de Anxita, o capitão Alexandre Guedes, e parte da tropa que guarnecia estes povos, e se recolheram para a fronteira do Rio Pardo, ao corpo de tropa que commandava o tenente Coronel Camara, onde n'esta occasião havia menos perigo; e pelos choques ou ataques que succederam se verá.

O sargento mór Joaquim Felix fez sua residencia em S. Nicolau, tres leguas distante do rio, e o commandante da tropa foi residir em S. Francisco de Borja, vinte leguas ao Sul do dito S. Nicolau, uma legua distante do rio; defronte de S. Francisco de Borja está o povo S. Thomé, além do rio um quarto de legua distante da fronteira hespanhola, e o rio por meio. Entre estes dois povos, no passo denominado S. Marcos, houve muitas hostilidades, e d'este povo a S. Borja para baixo a Sul tinhamos que defender mais de vinte leguas, que toda esta fronteira era invadida do inimigo, que vinham a ser mais de quarenta leguas de fronteira que deviamos defender só quatrocentos homens contra mais de dois mil, que já se tinham reunido para a reconquista dos povos. 
Fui com ordem de commandar a minha companhia com que tinha feito a conquista, por se achar doente o capitão, e ter ficado no povo S. Miguel. Tomei quarteis em S. Nicolau, e d'alli a poucos dias marchei em soccorro ao tenente Manoel dos Santos Pedroso, que se via atacado por um corpo numeroso de inimigos; e como achasse valor n'aquelle official para defender aquella entrada, e acudissemos com tempo, não pôde fazer seu desembarque.

Alguns dias ajudei a defender aquella entrada, no em quanto houve varios choques, que vou a referir.

No passo da Cruz, que dista para baixo de S. Borja mais de vinte leguas, foi atacado o tenente Francisco Carvalho da Silva, e o alferes João Antonio da Silveira, por um corpo de inimigos. Estes dois officiaes se portaram com muito valor,defenderam esta entrada com quarenta homens,e perderam um camarada n'este ataque; mas destruiram e venceram o inimigo, onde houve nove mortos e bastantes feridos da parte do inimigo.

Passados poucos dias, no passo de S. Marcos, entre S. Borja e S. Thomé, foram duas vezes as nossas guardas destruidas, mas sem perda de gente. Este lugar foi o mais invadido e perigoso, como se verá pelos casos acontecidos. Foi atacado no passo de S. Lucas o tenente Manoel dos Santos Pedroso por um corpo numeroso de inimigos; este lugar dista dezoito leguas acima de S. Francisco de Borja, em cujo ataque se distinguiu muito o alferes Manoel Padilha. Defenderam este lugar valorosamente com cento e sessenta homens, e não só destruiram o inimigo, onde morreram um ajudante de artilheria e dois soldados, como tambem lhes tomaram duas peças de artilheria que traziam. No passo de Santa Maria no Uruguay foi atacado o cabo de esquadra Bernardino da Silva; ainda que perdeu um camarada, defendeu esta entrada valorosamente.

Continuaram os choques no passo deS. Marcos; e foi atacado o furriel de milicias Victor Nogueira da Silva por um corpo demais de cem homens, achando-se só com quatorze; cercaram-o entre umas larangeiras, onde se entrincheirou, e sustentou este fogo em quanto lhe durou a munição. Durou este combate perto de uma hora, defendendo-se valoroso, na esperança de ser soccorrido da nossa tropa, que ouvia os tiros no povo de S. Borja; mas quando chegou o soccorro, já foi tarde; tinha-se-lho acabado a munição e mortos dois camaradas, e entregou-se prisioneiro de guerra, tendo feito grande destroço no inimigo, e já tinham dado á vela as barcas que o conduziam para além do rio Uruguay preso.

Muito sensivel nos foi este successo, pois eram os primeiros que se viam vencidos e presos n'aquella fronteira de Missões. Custou a suster as nossas tropas para que não seguissem a resgatal-os, entrando pelas terras do inimigo, onde eram grandes as forças a respeito das nossas: apesar de não termos n'este porto barcas, com tudo sempre houve seis homens que intentaram a passagem em uma pequena barca que descobriram, o occultamente se embarcaram uma noite para executar o seu façanhoso projecto. E como fosse o seu desembarque ao amanhecer, foram sentidos e atacados, onde elles sustentaram por algum tempo este fogo; e conhecendo a temeridade, se retiraram debaixo do mesmo fogo, depois deterem feito alguma hostilidade no inimigo, e sem perigar nenhum d'elles; mas, sendo seguidos por duas barcas, antes de vencerem o rio, iam sendo abordados, e certamente teriamos que sentir, pois estes homens eram de valor intrepido, e morreriam sem se entregar á prisão; mas valeu que já as nossas balas alcançavam, e sendo soccorridos foram salvos.

Os que entraram n'esta acção foram um furriel de milicias Raymundo de S. Thiago, e cinco soldados milicianos. Com tantos choques n'estas immediações de S. Marcos tive ordem para ir fornecer este lugar, onde foi preso o nosso heróe Victor. 
Cheguei alli com a minha companhia, que se compunha de quarenta praças; observei que além do rio havia um forte com artilheria, e que a sua praça de armas estava immediata: o desembarque para a nossa parte era inevitavel, pois tinha mais de uma legua de praia, e toda era desembarque. Vi o grande destroço que tinham feito as balas nas larangeiras, onde estiveram intrincheirados os nossos camaradas, antes de serem presos, e d'onde faziam o seu fogo. Formei minhas idéas; mandei vir sessenta indios, para correr com os avisos, armar barracas, abrir picadas, dzc. Retirei-me alguma cousa para a retaguarda, para me servir de forte um grande barranco do rio Camaquam, que faz barra no Uruguay, e allime acampei; ordenei as minhas guardas e sentinellas, as quaes eram visitadas por ruim, pois passamos noites em vigia com cartuxeira, espada cingida, e arma na mão, fazendo executará risca as ordens, com o exemplo que dava; lembrava-me dos descuidos em que tinha achado os inimigos, quando os tinha surprendido, e assim toda a cautela me parecia pouca. Haviam passados 39 dias do meu destacamento, quando, estando para amanhecer o dia 23 de Novembro, recebi parte quc estava passando o rio um grande corpo de inimigos. Tanto que recebi esta parte, mandei fazer signal; immediatamente se recolheu a cavallaria; puz toda a minha companhia a cavallo, e depois de ter passado revista, animei-os de novo, segurando-lhes que eu seria o primeiro em receber os golpes dos inimigos. Fiz aviso ao povo de S. Borja, onde tinhamos alguma tropa, e como não apparecesse o inimigo. até aclarar o dia, cuidei em buscal-o; e quando foi pelas 5 horas da manhãa estive na sua frente com 112 homens, pois já me tinha vindo soccorro. Topei-me com o inimigo na barra de Camaquam, sobre o barranco do rio Uruguay; coma minha chegada pôz-se em armas, e em linha de batalha com 100 homens na frente, e 50 nos flancos, e a sua retaguarda contra o rio, onde tinha o seu desembarque e munição de guerra.

No soccorro que me veio de S. Borja, vieram 6 officiaes, e como se achasse alli o capitão José Borges do Canto, a elle competia o commando d'esta acção, por ser de maior patente, e ás suas ordens me entreguei. Pozemo-nos em consulta, e como esta se demorava, e não se resolvia nada, pois tudo era fazer ver o grande perigo, as grandes forças do inimigo, a desigualdade do terreno, etc., com esta demora me separei d'estas conferencias, e appliquei-me a observar os movimentos do inimigo. Das cinco horas que alli chegamos até as dez não se ordenava este ataque: e observei que embarcavam tropas em soccorro, e se não atacavamos n'esta occasião, menos depois de terem passado maiores forças.

N'esta occasião offereci-me para entrar n'aquella acção, resoluto a dar a vida em defesa da patria e dos estados do nosso soberano, e sendo aceita a minha proposta pelo capitão e mais officiaes, entrei n'ella pela forma seguinte: — o tenente João Machado e o alferes André Ferreira, com trinta homens de cavallo na frente; o tenente Filippe Carvalho, com o alferes Manoel Carvalho e o alferes João Antonio, com outros trinta no flanco direito; os da frente fazendo fogo no mesmo terreno, a divertir e entreter os inimigos; e os do flanco direito para entrar na acção com o meu signal, ou para a abordagem das barcas. 
O capitão José Borges, com alguns camaradas de reserva, para acudir aonde visse mais perigo, e eu com quarenta homens, ataquei ao flanco esquerdo, que logo se pôz em confusão e fugida. Avanço rapido á retaguarda, e tomo a munição de guerra; passo ao flanco direito, e faço-lhe o mesmo. O tenente e alferes nomeados n'este posto, e o capitão com o meu signal entra na acção, e fazemos fogo á frente, onde os nomeados tenente e alferes sustentam o seu posto. Tanto no fogo que faziam, como com algumas escaramuças entretinham o inimigo. Todos incorporados fizemos fogo mais vivo, e ficam os inimigos vencidos e derrotados, e se declara a victoria d'esta acção por minha; publicada por aquelles honrados officiaes, como consta dos documentos que tive a honra de apresentar a S. A. R.

Estava além do rio Uruguay o governador d'aquella fronteira inimiga, que insistia em querer mandar soccorro; era o tenente coronel D Francisco Belmudes, e por estar immediato aquelle povo a S. Thomé, estava aquella praia coberta de povo, que tinha baixado alli a presenciar o ataque, e se retirou bem descontente com o destroço dos seus patriotas. Acabada esta gloriosa acção, recolhemo-nos para S. Borja, com setenta e tres prisioneiros, ficando no campo da batalha sessenta mortos, e da nossa parte houve tres mortos e quatro feridos: o despojo consistiu em duzentas armas de fogo, algumas espadas, e bastante munição de guerra.

Este foi o ultimo ataque que tivemos n'aquella fronteira de Missões; logo depois nos chegou a paz, e na declaração d'ella vi grande desgosto e sentimento nas tropas. D'esta forma ficaram aquelles sete povos e o seu grande territorio annexo ao dominio de S. A. R., ficando por divisa o rio Uruguay, tomados e defendidos sem despeza do estado; mas sim á custa de seus vassallos, não obstante ter-se reunido n'aquella fronteira mais de dois mil homens, commandados pelo coronel Espíndola. vindos da cidade d'Assumpção de Paraguay.

Ficou o sentimento aquelles vassallos de Portugal de não ter tempo de levar ao inimigo até além do Rio da Prata, em que lhe não acham difficuldade alguma, senão a vontade do seu soberano, e aceitação de seus serviços, para serem remunerados. Chegou tambem a ordem para as tropas se retirarem, dirigida pelo governador; encontraram ao tenente Camara, com o corpo de tropas que commandava, distante do acampamento de Jaguarão dez leguas.

Foi indizivel a pena de toda aquella tropa com a certeza da paz, pois via a sua retirada sem fazer acção alguma, e com a lembrança de que tivera o inimigo a vista, e não tivéra o gosto de medir as armas; foram aquelles setecentos homens que dissemos que sahiram do Serro Largo, para atacar a fronteira do rio Pardo, commandados pelo coronel Quintana.

Estava aquella columna que commandava o tenente coronel Camara na guarda denominada - S. Francisco - duas leguas de Batovi, quando teve parte, pelos nossos exploradores d'aquella campanha, que aquelles setecentos homens, que fica dito, vinham com desígnio de entrarem. Immediatamente pôz-se em marcha, e o foi encontrar, o qual encontro, foi no passo denominado - Rosario- do rio de Santa Maria: estiveram quasi á falla, e chegou o exercito inimigo a atirar alguns tiros de peça; mas estava crescido este arroio, e era ja tarde, e por esta razão não tentaram a passagem, deixando-a para o dia seguinte. 
Naquella noite perdeu o exercito inimigo o valor, e se pôz em retirada. O tenente coronel Camara, commandante da nossa tropa, não lhe picou a retaguarda,o que foi muito sensível áquella; com tudo e é de louvar que naquella campanha se conservasse com os incommodos das suas molestias, andando sempre entre os medicamentos. 
As tropas que guarneciam a fronteira dos povos de Missões tambem tiveram ordem para se retirar, depois da publicação da paz; e assim finalizou a guerra n'aquella capitania. Eu sou testemunha ocular dos factos, ou da maior parte d'elles, que n'esta Memoria relato; e deixo de expender circumstancias minimas por não ser diffuso, e cançar a paciencia do meu leitor das acções gloriosas que se manobraram nos povos de Missões, em que tive parte, ou fui principal agente. Fiz patente a S. A. R., em requerimento que offereci, e em todo o tempo provarei a verdade dos feitos até com os mesmos hespanhoes.

Lisboa, 18 de Setembro de 1806. — Gabriel Ribeiro de Almeida.

REVISTA TRIMENSAL DE HISTORIA E GEOGRAFIA ou JORNAL DO INSTITUTO HISTORICO E GEOGRAPHICO BRASILEIRO, N.º 17, Abril de 1843.
pp. 3-21

https://books.google.pt/books?id=RGNJAAAAcAAJ

domingo, 17 de setembro de 2017

Reminiscências da Campanha de 1827 (A. A. F. Seweloh)


Autor: Capitão Anton Adolph Friedrich von Seweloh
Unidade: 27.º Batalhão de Caçadores Alemães
& Ajudante d'Ordens do comandante em chefe do Exército do Sul
Área: Fronteira Brasil/Banda Oriental
Datas Extremas: 13.1.1827 - 4.3.1827

[ GUERRA DA CISPLATINA (1825-1828) ]



REMINISCÊNCIAS DA CAMPANHA DE 1827 CONTRA BUENOS-AYRES 

PELO CORONEL A. A. F. DE SEWELOH 
Traduzido do allemão

PELO 
DR. MANOEL THOMAZ ALVES NOGUEIRA 



O jornal mais circumstanciado e as plantas tendo-se perdido no dia da batalha, salvou-se na minha carteira o que segue: 

Janeiro 13, 1827 — Tinhamos estado em Sant'Anna promptos para a marcha vários dias, ficando as noites debaixo das armas, e ao amanhecer do dia já estávamos promptos para a marcha, até que por fim às 10 horas e 42 minutos as nossas avançadas (tête) á cavallo se puzeram em marcha, à passo. O general em chefe marquez de Barbacena, ficou doente em San'Anna, e o general quartel-mestre, brigadeiro Raymundo da Cunha Mattos, commandou o exercito.

Ás 11 horas e 24 minutos passamos uma vertente do Cunhaperú (posição pouco forte, sustentável só por algum tempo], e às 11 horas e 33 minutos o passo arroio Cunhaperú, tomando posição às 12 ½ junto ao mesmo ribeirão. O caminho era pouco plano, mais sem impedimento: nossa artilheria (10 peças de 9 libras e 2 obuzes de 5 ½) póde seguir: elle corria ao longo de collinas continuas, cujos cumes ficáram sempre à nossa esquerda. De noite o general em chefe chegou ao acampamento. A munição e bagagem  nem podiam percorrer esta insignificante distancia de apenas // de uma légua allemã, em consequência do estado debilitado dos bois, e só alguns carros de transporte com provisões chegáram à noite ao acampamento. Muitos dos cavallos ficáram cansados no caminho, assim o meu e o de meu sargento ordenança; o meu cahia no terreno plano ; o sargento teve de mudar em meio caminho. 

PLANTA (*)

(N. B. Todos os algarismos denotam passos de cavallo se não fôr expressamente dito o contrario.) 

A posição era muito boa e segura, e no caso de ataque podia ser defendida contra forças superiores. A montanha  A era muito alta e ingreme, e não longe d'ella corria para o lado B a estrada de Bagé para Sant'Anna, que d'ella se podia observar. Seus declives podiam ser galgados tanto á cavallo como a pé só com difficuldade. 

Duas companhias de caçadores estavam postadas no seu cume; no caso de ataque, também para ahi devia subir a artilheria, que podia commodamente chegar do lado C; estando porém o inimigo longe, ficou junto da margem do ribeirão. Na passagem do rio houve um pequeno destacamento de guarda. A segurança do acampamento foi confiada principalmente á piquetes collocados á milhas de distancia, sobre alturas e em lugares que não podiam ser flanqueados por quem quizesse approximar-se do acampamento.
A disposição de uma cadêa de sentinellas durante a noite achei muito defeituosa; era uma cadêa systematica de sentinellas a 80 — 100 de distancia, que parecia antes destinada a impedir a deserção dos nossos, do que a surpreza pelo inimigo, visto as sentinellas olharem para o acampamento, 

(*) Todas as plantas e planos faltam no manuscripto* 
(Nota da redacção.) // 

O marquez chegou de tarde, e de noite vieram também o general Sebastião Barreto Pereira Pinto e o coronel de engenheiros Elisiario de Miranda e Brito para o acampamento, os quaes tinham sido enviados para Bago e suas circumvizinhanças para reconhecer nas cabeceiras do Rio Negro posições para o nosso exercito, que porém por estar alli o inimigo nada poderam fazer. 

Janeiro 14. — Ao meio dia reuniu-se a 1ª brigada de cavallaria ás ordens do coronel Bento Manoel com o exercito e acampou na frente. De noite marchou o general Barreto cora a mesma cavallaria reforçada pelo regimento 20 etc. ate 1700 homens contra o inimigo para lhe observar o flanco esquerdo. O general estava muito doente. 

Janeiro 13. — Para reconhecer uma posição mais adiante, sahi com o tenente coronel Elisiario e o coronel Oliveira à cavallo às 6 horas da manhã: E. SE. S. O caminho é muito áspero, muitos baixios são tão pantanosos, que só depois de se procurar por muito tempo váos, são atravessados por alguns cavallos, Disseram-me, comtudo, que ha melhor caminho para o exercito pelas collinas. Encontramos no caminho posições vantajosas para todas as frentes; só lenha não é abundante, e agua ás vezes fica distante: andamos á passo e chegamos às 11 horas a uma boa posição, n'uma vertente (tributario do Cunhaperú), depois de termos 1/2 légua mais atraz encontrado o corpo de Barreto, cuja posição desviada, não nos pareceu conveniente. 

PLANTA 

Voltei de tarde à passo mais accelerado por outro caminho : o general continuou gravemente doente; fiz meu dezenho e inseri-o. 

O desenho da posição prova, quanto é segura. Altas elevações a cercam de longe fóra do alcance até de peças de // grosso calibre. Poucas vedetas collocadas sobre alguns pontos principaes de accesso e de observação (Batovi) dão toda segurança ao acampamento. Tem boa agua, muita lenha e ricos pastos nas grandes collinas ao redor: não se avista de longe e mostra-se à vista só das collinas que a cercam a 1/2 légua e mais de distancia. Sua figura, (o angulo de um ou a confluência de dois ribeirões; é do gosto pronunciado das posições no paiz: (Rincões) de que o acampamento do general Barreto nos dá um quadro bera vivo. 
Era tão somente para a commodidade das tropas, que até nas diversas margens do rio tinham construído seus ranchos ou estendido seus ponches; os commandantes tinham os melhores lugares, escolhidos como lhes parecia, sem uma sombra de ordem. As cavalhadas pastaram a l/2 legua e mais de distancia do acampamento, e a segurança estava entregue a umas poucas vedetas bem collocadas, que com tudo ainda não se tinham familiarisado com o espirito de seu serviço, pois ellas estavam de pé, sós, diante de seus cavallos; de sorte que a simples vista os reconhecia logo á distancia de uma legua e mais. Não podiamos esperar encontrar Barreto aqui, e avançávamos desconfiados e com cautela, directamente para a próxima vedeta, reconhecendo que junto de nós estavam um sargento de lanceiros e uma ordenança. 

Janeiro 16 — O general em chefe tinha melhoras; me mandára chamar hontem depois que eu sahira, e mandou chamar do novo esta manhã. Ficamos na posição. Choveu muitas vezes e com força.

Janeiro 17 — Ás 10 1/2 horas nos pozemos era movimento para sahir do acampamento. A chuva e falta de pasto reforçavam os motivos. O terreno era escorregadio e ficavam presos alguns dos carros que não seguiam o grande rodeio por cima das alturas. Direcção da marcha E. S. E S. sobre as // collinas, passamos a coxilha de Sant'Anna e tomamos posição à 1 hora sobre um braço do mesmo rio, que deixamos. Parte da bagagem chegou só de tarde, e estas machinas mal geitosas e o estado pouco satisfatorio dos bois de carro, inspiráram graves duvidas a respeito de nossos meios de transporte para o futuro. 

PLANTA 

O acampamento está alinhado entre Batovi Chico e o Serro das Avarias, dos quaes, o primeiro, tomando-se a frente, fica pouco mais ou menos 1 ½  — 2 léguas á esquerda, e o ultimo 1430 à direita do cume mais alto da montanha occupada pela artilheria. O Serro das Avarias é pedregoso e muito ingreme; é verdade que subi a cavallo, porém com perigo de vida, de sorte que até os índios que estavam em baixo duvidaram de minha descida, que de facto foi o passeio mais terrivel de minha vida, não querendo o cavallo obedecer de modo algum ás rédeas. 

Reconheci os arredores. As vedetas estavam na íngreme e alta montanha A, sobre o Batovi Chico Ao, collocadas por pessoas que conheciam a região. Na volta, quando já era noite, fui ter com o general para dar-lhe conta da posição do acampamento: elle agradeceu e abraçou-me; convidou-me 
para jantar; o que tive de recusar por ler cahido n'agua. 

Janeiro 18. — Ficamos em nossas posições; desenho o acampamento e as marchas no grande mappa do visconde da Laguna. O marquez communica-me que desde Sant'Anna me nomeara seu ajudante de campo; que o ajudante general devia ter esquecido de me fazer a devida communicação; que devia constantemente ficar junto d'elle. 
Agradeço-lhe cordialmente essas provas de benevolência e continuo meus trabalhos. //

Janeiro 19. – Marchamos às 6 ¼ horas e deixamos para alliviar as tropas a bagagem pesada atraz. 
Rumo S. E., deixando a estancia de Pinto a ¼ de legua à direita, a estancia de João Corrêa 1 ¼ légua à esquerda, Batovi Chico a uma légua à direita. Terreno alto aberto. A estancia de Bento Corrêa fica immediatrmente [sic] à esquerda e as 2 ½ horas estabelecemos o acampamento a uma légua distante d'essa estancia, depois de termos marchado 4 ½ – 5 léguas. Era um braço do Ibicuhy que encontramos todo secco; na direcção do rio, havia terreno baixo de grande extensão. Era bastante singular que não obstante isso encontrássemos agua rio acima ; eram cavidades, pequenos lagos no leito do rio, sufficientes para uma noite, mas o dia era quente e mais agua não se encontrava na proximidade, 

PLANTA 

O riacho está cercado do lado direito do mesmo modo por alturas continuas. A meia légua de distancia à roda do acampamento estendem-se alturas continuas, que por dominarem a região são posições muito vantajosas para vedetas : a collocação d'ellas durante a noite sobre os mais altos lugares, prova a pouca experiência dos officiaes n'este ramo do serviço, e quão pouco consultaram a experiência sobre o melhor modo do reconhecimento no escuro, A posição era prescripta pela necessidade do descanço depois de uma marcha abrazadora através de regiões por muitas milhas de extensão assoladas pela secca; era pois antes um pouso do que uma posição militar; as tropas estavam acampadas conforme a sua commodidade, a aertilheria montada em parque; ordem fòra dada de armar a barraca do commandante em chefe. // 

Já a noite estava adiantada quando voltei do reconhecimento. O tenente coronel Albano (Laranja, commandante de São Francisco de Paula) reune-se ao exercito com 100 homens de cavallaria de diversos corpos. 

Janeiro 20. — Às 5 ½ horas da manhã partida. E, ¼ légua do acampamento, viramos para NE., só com o fim de evitar um grande banhado tornando a tomar o rumo E.; a artilheria marcha em meias brigadas, a cavallaria em meios esquadrões, a infantaria em meias companhias: tudo em meias distancias, e o exercito gasta 13 minutos (exclus. a vanguarda e a retaguarda) para fazer o caminho da frente até a vanguarda, Às 9 ½ viramos para N. E., para procurar agua. Reunem-se a nós quatro soldados, que prisioneiros na batalha de Sarandy em 12 de Outubro de 1825, e obrigados a servir nas fileiras do inimigo, acabavam de escapar: elles declararam que o exercito inimigo era muito forte; mostraram-se porém tão estúpidos, que nada se obteve d'elles por um interrogatório. Todas as suas declarações e seu próprio estado indicaram comtudo a boa condição do exercito inimigo. 

Às 9 ¾ paramos para descançar; às 11 continuamos a marcha. ¾ légua do lugar da parada estava a estancia da Musica, ¼ legua à esquerda o serro das Palombas parecia muito longe (8 leguas) á esquerda. Às duas horas acampamos perto da lagôa Formosa não longe da estancia de Joaquim Manoel Machado. 

PLANTA 

Domingo, Janeiro 21 — Às 4 ¾ horas partimos E. EN. E: 13 minutos vanguarda à retaguarda. 8 ½ Porto de João Silveira de Verda. 300 á esquerda ; a colunma passou um banhado e estendeu-se por 16 minutos. O rio Santa Maria // apparece, mas á grande distancia. O terreno torna-se hoje muito mais plano, porém pelo calor do sol seccaram os lugares baixos, e as cannas altas offereciam pouco impedimento. Das 9 ½ — 10 horas descanço: às 11 horas estava a estancia de João Silveira de Verda á meia légua de distancia á direita: 12 horas, arroio do Ponche Verde; com direcção N. seguimos por 1/4 légua á margem esquerda, e as 12 ½ a columna acampa. Dia abrasador, muitos cançados, do batalhão 13 (perto de 100), cavallos e cães morriam de sede. 

PLANTA 

Até alta noite reconheci em roda do acampamento; as sentinella estavam alerta, tinham porém pouca desconfiança na minha palavra para deixar-me entrar e sahir. Quatro léguas do acampamento ate a estancia e a lagoa de Ponche Verde, e mesma distancia até a estancia do capitão Garcez. 

Janeiro 22. —4 ½ partida N. ao principio perto da margem, depois deixando-a um ponco [sic] à direita campos largos e abertos, só no longínquo horizonte occidental a coxilha de Ponche Verde: adiante á direita o rio Santa Maria e além a coxilha de igual nome. A 1 1/4 légua do acampamento abandonado, onde chegamos a cavallo á passo ás 5 3/4 horas era o passo de D, Pedrito (Passo Real— Passo do Prestes). As tropas chegam às 6 1/4 horas. Atravessamos o rio e acampamos a seu lado direito. O passo de D. Pedrito tem muito pouca agua, as barrancas são altas, cobertas de arbustos, fáceis de defender. 

Rio abaixo o passo de D. Pedrito tem outra passagem, perto do acampamento, um pouco mais profunda, porém praticável: ambas estavam guarnecidas com três peças e // meia campanhia de caçadores cada uma, e nas margens oppostas haviam sentinellas avançadas. Lenha, pasto, agua havia em abundância. 

Janeiro 23. — Dia de descanço. Desenhei as posições anteriores com annotações militares para o general quartel mestre brigadeiro Cunha Mattos. 

Janeiro 24. — Partida às 5 1/2 horas, E. Valle plano do Santa Maria. Chegamos ao caminho do Bagé, encontramos pontos do Santa Maria que corre perto à nossa direita. O terreno fica mais alto. Às 8 3/4 chegamos à estancia do defunto major Prestes à nossa direita. O caminho toma-se mais arduo, as alturas mais íngremes e pedregosas; pobres e magros de pasto; tivemos de galgal-as em zig-zag. Às 9 3/4 descanço : ás 11 horas marcha; á 1 1/4 chegada e acampamento no rincão de Taquarembó Chico. 

PLANTA 

A posição é em terreno alto, uma montanha que domina um vasto espaço, com suaves declives, uma fortaleza completa para forças um pouco mais consideráveis do que as nossas. Na planície, entre o rio e a fralda da montanha, pòde-se collocar grande força de cavallaria à coberto, que á direita e esquerda com um flanco sempre apoiado no rio, pôde vantajosamente penetrar. O Curral de Pedra 8 horas, é um forte baluarte de pedra para o batalhão n'elle postado, o forte da posição, de que as tropas formam o flanco. Achei uma folha de papel no qual o general em chefe tinha meditado sobre a posição contra o inimigo e esboçado a seguinte disposição. // 

PLANO 

Janeiro 25. — Durante a noite tinha chovido de tal modo, que o rio de manhã subira de 10 pés e se tornára intransitavel; ficamos pois na posição: meu criado e o sargento Ostermeyer dormindo perto do rio, despertaram só do somno quando as aguas os carregáram, e acharam minha bagagem arrebatada, as canastras nadando. Nas costas do cavallo atravessei o rio para enxugar os objectos que tinham ficado, e queimei no cruel calor do meio dia a corpo inteiramente nú, o que me causou até tarde immensas dores.

Janeiro 26. — A agua baixou, de sorte que podiamos atravessar o passo com artilheria. Partimos às 5 horas, passamos ás 5 1/2 a estancia do cabo António Roya em pouca distancia talvez 1/5 de légua á direita, marchamos na direcção N.E., e viramos ás 8 1/2 para E. Terreno muito áspero: às 7 1/2 passamos uma vertente do Taquarembó Chico, às 8 l/4 uma outra. O caminho faz consideráveis voltas para evitar as ingremes alturas pedregosas. Às 9 horas descançamos junto de uma vertente do Taquarembó Grande. 
Às 10 l/2 marchamos, e logo depois appareceu a estancia do alferes José Jacintho a uma légua de distancia à nossa esquerda perto do Taquerembó. 10 3/4, 300 à esquerda a estancia do defunto Manoel Severo aquem d'uma vertente do Taquarembó Grande, ao longo da qual marchamos. O terreno é muito cortado por collinas pedregosas e pequenos tributários do Taquarembó: 11 3/4 chácara do defunto Manoel Severo 1/4 légua à esquerda, sobre o rio Taquarembó; 12 horas passamos um braço forte do Taquarembò Grande, descançamos e escolhemos posição, e as tropas entraram pouco a pouco na povoação da guarda velha do Taquarembó. //

PLANTA 

A posição é forte; a montanha occupada pela artilheria, é alta com vista á léguas em roda, com accesso íngreme e pedregoso, e de igual vizinhança. Todo o terreno ao redor é árduo, e já nos tempos mais remotos se reconheceu a importância d'este lugar, em que sempre se conservou uma 
guarnição. Os accessos A e B são ao alcance das peças, em breve se torna praticável. 

Janeiro 27. — 1ª légua, (50 minutos à cavallo por légua). Com muita chuva da noite passada e durante a manhã sahi às 8 e 10 horas do campo, passando o passo B, Abrindo este passo, qualquer arma atravessa o rio. 

Um pequeno braço do Taquarembó acompanha de bem perto a nossa direita até meio caminho da primeira legua, onde ás 8º e 35 minutos se passa um outro braçozinho do mesmo rio. O terreno é árduo, porém praticável. O rumo geral é N. E. até N. 8º 54' eucontra-se uma pequena lagôa, immediatamente ao pé da estrada (á esquerda) a estancia de Januário Severo apparece adiante, á distancia de pouco mais ou menos uma légua. 

2ª légua, 9 horas.— Entre 9 e 10 horas encontra-se a estrada do major Albano, na margem do Jaguary. Segue-se este bom caminho, o terreno é alto e arduo porém aberto, descobrindo tudo até um remoto horizonte. Com a estancia de Januário Severo sempre em vista chegase lá as 9º 35': pouco adiante a 200 passos à direita da estrada nascem pequenos tributários, que já desaguam no rio Jaguary. 

3ª légua, 10 horas.— Passada a estância volta a estrada e sobe. Às 10º 5' encontram-se à esquerda junto à estrada braços do Taquarembó Grande, que correm n'um // terreno muito montanhoso: 10º 20' posto da ultima estancia a 500 passos à direita da estrada do outro lado de um pequeno affluente do Jaguary, que corre ao pé da estrada do lado direito até 10º 35'.

4ª légua, 10º 50',— Às 10º 55' estancia do alferes Francisco José de Carvalho, onde me demorei até 11º 5', na esperança de achar cavallos para mudar. O caminho vai mais á esquerda, deixando a estancia a pouco menos de meia légua á sua direita. Achámos de novo o nosso caminho às 11º 20' na altura da estancia. A estrada segue uma ….. que tem à esquerda pontes do Taquarembó e à direita pontes do Jaguary. Às 11º 30' apparece no remoto horizonte, à direita, a serra e estancia do Taboleiro. com pouco mais ou menos, cinco ou seis e mais leguas de distancia; 11º 35' estancia da viuva de Manoel Severo, uma e meia a duas léguas à esquerda; 11º 40' passo de um affluente do Jaguary. O passo endireita-se com pouco trabalho, rumo ONO. Até agora não se achára uma boa posição para um caso de necessidade; procura-se uma na margem d'este arroio, que acabo de passar, para um alto e descanso da columna, suppondo-se que o arroio dará bastante agua para uma noite; 11º 50' outro affluente do Jaguary a passar. 

5ª légua, 12° 5'. — Às 12º e 10' uma altura com planicie no seu cume, apparecendo ainda a estancia da viuva do defunto Manoel Severo, e a um quarto de légua, em frente, um maior aflluente do Jaguary, com abundância de agua, porém pouco pasto e lenha. 
Havendo de procurar-se uma posição alli, manda-se um ofíicial reconhecer que vantagens offerece a mencionada altura; 12º 17' outro pequeno aflluente do Jaguary, que se atravessa como quasi todas, perto das cabeceiras. Sóbe-se outra alta elevação com vistas vastíssimas.

6ª légua, 12º 35', — Durante uma hora corre a direita, a // um quarto de légua de distancia o Jaguary, que também deve offerecer uma posição para pouco tempo, abundando em agua e lenha, porém desprovida de pasto; segue-se a elevação até 1º 30'. 

7ª legua, 1º 45'. — O caminho muito mais plano, acompanhado à direita pelo rio Jaguary, que corre ao pé de uma alta serra, na margem direita d'elle ; adiante, á esquerda, o horizonte é limitado por serras; apparece do outro lado do Jaguary a estancia da viuva Ludovina, â direita, na distancia de uma e meia légua, Differentes posições apparecem; 1° 55' passo do rio Jaguary que se effectua à nado, continuando sempre a chuva. 

PLANTA 

Passando o rio, e voltando-se mais ou menos 1500 passos de cavallo para a direita, offerece-se, rio acima, na sua margem direita, esta boa posição em local muito vantajoso, com abundância de lenha, agua e pasto. Alturas adiante, ao norte e leste, protegem a collocação dos postos avançados. 

8ª légua, 3º 10'— Demorei até 2º 30' para reconhecer e levantar a posição. Do passo ha dois caminhos para S. Gabriel. Tomámos o da direita, chegando ás 3º 25' na chácara da viuva Ludovina Maria Bernarda; 3º 35' um affluente do Jaguary a passar; 3º 40' no Rincão do Salto a venda de 
Leandro Martim Bittencourt, que vem de Bagé, onde o inimigo está com grandes forças. Vindo de lá encontrou-se na Coxilha Grande com a columna do brigadeiro Barreto, que, disse elle, a estas horas já dizia estar com o exercito no Taquarembó. //

9ª legua, 4 horas.— Às 4º 10' chácara de João Ignacio dos Santos com a posição junta, 

PLANO 

O dono da chacara me persuade que o meu caminho para S. Gabriel foi muito mal dirigido, havendo um outro que, posto que não tivesse agua, era muito melhor por se achar na altura do uma coxilha contínua, que demora em direcção à estancia do major Albano.

Resolvi reconhecer aquelle caminho à volta. Choveu muito; mudei de cavallo e sahi às 5 horas, passando o affluente forte do Jaguary junto à chacara; 5º 25' apparece ao norte a estancia do major Albano, à esquerda, a um quarto de legua de distancia e do outro lado do Jaguary, que até aqui acompanha nosso caminho. 

10ª legua, 5º 40' — Muito bom caminho, varzea plana do rio até a estancia de Francisco José de Carvalho, onde chegámos às 6º 40'. A noite já era escura em consequência das continuas trovoadas e chuvas de todo o dia. Passei aqui a noite. 

Janeiro 28. - Domingo, 11ª léguas, 6 horas. — Montei a cavallo às 6 horas, passei o Curral de pedra da estancia e um pequeno affluente do Jaguary, ao pé do curral tomando o rumo N. : o caminho é bom. 

12ª legua, 6º 50'.— A's 6º 55' juntam-se as duas estradas do passo do Jaguary. Às 7 horas passou-se um banhado de quarenta passos de largura, à nado; em tempo de sêcca parece-me passar-se-ha esse banhado por um váo; 7º 20' estancia do tenente Marcellino, 200' à esquerda. Dez carretas do commercio estavam aqui retidas por ordem do mesmo tenente; os peões estavam para incorporar-se ao exercito imperial. //

13.ª légua. — Às 7.º 40' apparecem á direita cataractas do rio Vaccacahy, acompanhando o caminho mais ou menos de perto; à esquerda no horizonte a quatro — cinco léguas o serro Batovi Grande, e á meia legua o portão da estancia do Céo do tenente-general João de Deus. 

Às oito horas encontro cinco carretas destinadas para o passo de S. Borja, em Santa Maria, para buscar bagagens do exercito imperial 

14.ª legua — Às 8.º 30' deixo o caminho e chego ás 9.º na estancia do Céo para mudar de cavallo. Posso se- seguir caminho às 9º 55', alcançando ás 10º 15' a estrada na altura deixada. O caminho é bom na altura de uma coxilha continua; 10º 45' apparece o Vaccacahy: a estrada é continuadamente boa. 

15ª legua, 11.º 5' — Às 11º 7' Passo do Vaccacahy, com tres palmos de altura d'agua e da fórma seguinte do rio.

PLANTA 

Às 11º 20' estancia do general Manoel Pedroso, com posição muito superior á antecedente. 

PLANTA 

A posição da estancia é alta e domina um terreno extenso. Algumas das casas são de pedra, com fortíssimas paredes. Lenha e pasto, senão em quantidade, em qualidade superior, e agua abundante; localidade interessante. D'essa estancia tem á direita um bom caminho para a villa do Rio Pardo, mais ou menos quarenta léguas N. E. Obrigado a mudar o cavalIo, sahi ás 12 1/2 no rumo norte, pelo caminho mais baixo, que vai a quinhentos, mil e mais passos, á esquerda, sempre acompanhado  // pelo Vaccacahy. 12º 47' uma cruz ao pé da estrada; apparece a chácara do capitão Fidelis, do outro lado do Vaccacahy. 

16ª legua, 1º 5' — À 1º 8' junta-se o caminho de cima com o morro : 1º 20' segundo passo do Vaccacahy, 

PLANTA 

Até 1º 36' temos desde a estancia do capitão Pedroso o caminho pela excellente várzea do Vaccacahy; d'ahi vai-se subindo a eoxilha; á 1° 48' chácara do capitão Fidelis, a pouco menos de um quarto de legua, à direita: 1° 67' apparece a capella de S. Gabriel. 

17ª légua, 1.º 55' — A 1º 57' chácara do coronel Borba, à direita e perto do caminho: 2º 6' chácara de Miguel Velho, immediatamente à direita. Às 2º 15' cheguei á capella de S. Gabriel, pequena povoação com interessante ponto militar, composta de 29 casas de pedra, parte sobrados bons, e 22 casas cobertas de palha. O lugar tem um exterior alegre e é situado sobre uma grande collina, n'um terreno alto, que de todos os lados offerece segurança a um exercito que se ache de posse d'elle, devendo sua origem a um acampamento que tinha em 1813 n'esse lugar o tenente-general João de Deus Menna Barreto. 

PLANTA 

Janeiro, 28. — Fiquei em casa do commandante. coronel Borba, onde fui bem acolhido o fiz o conhecimento de seu parente capitão Ricardo António de Albuquerque Mello, que me entregou disposições militares. 
Como mostra a planta, a disposição d'essa povoação ê regular e de bom gosto; as ruas são boas. de dezoito passos // de largura. Uma espécie de arsenal que havia aqui não tinha absolutamente nada que valesse a pena, ou a despeza de transporte para o exercito. O armazém de viveres tem vinho e aguardente em grande quantidade; quasi nada de arroz e farinha. 

Do hospital do exercito deixado em Sant'Anna já tinham chegado sessenta e tantas praças; porém o commandante queixou-se que a maior parte causa muita desordem e não parecia doente. Mochilas, munições, etc, ainda não tinham chegado. Na volta deixei o caminho na estancia de Francisco José para reconhecer o outro caminho já mencionado, que d'aqui conduz para a estancia do major Albano [Curral de Pedra), passando o Jaguary perto da estancia, e segue para o passo do Carmo duas e meia léguas, de Francisco José: o caminho é muito mais alto do que o outro e por isso mais árduo; passa-se menor numero de arroios, porém um exercito em marcha não acha agua bastante para seu sustento. 

Janeiro 29. — Deixei às 10º da manhã S. Gabriel, De tarde visitei o tenente-general João de Deus Menna Barreto, cujo conhecimento fizéra em S. Gabriel, na sua estancia do Batovi, a mais bella que ate agora vi no Brasil, n'um lugar muito ameno, que domina toda a vizinhança. Um pequeno hespanho (yo soy el capelano del general velho), era muito prestimoso. O general me fez presente de um cavallo; convidou-me ficar esta noite, para amanhã escolher outros mais que me haviam de prestar bons serviços na campanha; 
Dão obstante o bom acolhimento nào pude aceitar o convite, como desejava. Em muitas estancias encontrei gente muito amável. Refresquei-me com um melão, comido no gozo da vista encantadora. Pousei na estancia do tenente Marcellino, d'onde, por falta de cavallo, não pude seguir caminho. Tinha vindo à galope de Batovi ; Já era noite; comtudo tive o desgosto de não não achar cavallos, visto que desejava chegar amanha ao acampamento. 

Janeiro 30. — Não era maito cedo quando chegaram os nossos cavallos. Almocei na estancia de Francisco José, brilhantemente em relação ao tempo, e levei alguns viveres para o coronel Joaquim José da Silva, No posto do Carmo major Adolpho, troquei cavallos; continuei sempre à galope; errei de tarde constantemente o caminho: as cazas que encontramos estavam vazias; soffri fome e sede, os cavallos estavam cançados, e de noite chegando ao lugar determinado, não encontrei mais o exercito, que em marchas forçadas tinha deixado o acampamento. Ao pôr do sol achei o rasto e segui. Tomando um caminho de travez para uma estancia que de longe apparecia, cheguei à uma casa isolada; desde meio dia tudo parecia morto em nosso caminho. Entrei no jardim por traz da casa onde encontrei quatro cavallos muito bellos amarrados, espadas, mantas no chão; tudo parecia indicar que houvesse aqui um piquete, porém os cavallos e o rosto não me pareciam de nossas tropas, e reconheci as pistolas promptas, a espada solta na bainha, e encontrei um homem fortemente armado, mas velho, brincando com uma moça; os cães latiam; pulei para elle por cima da cerca, mas sem arma. Elle fallou-me em hespanhol máo; exigi cavallos, disse-me que era impossível, não o deixei arredar-se do meu lado; pretendia ser o capataz da estancia, prompto para fugir com os cavallos sellados, porque o inimigo estava perto ; as minhas ordenanças chegaram com difficuldade; obtivemos cavallos; era noite quando partimos. 

Nada de viveres. Durante a noite chegamos a outra casa isolada, alguma carne refrescou-me; não lenho lembrança de comida mais gostosa, convidáram-me para ficar, mas eu estava ancioso de alcançar o exercito; continuamos, perdemos o caminho, tomamos muito tarde a mesma casa; perdi-me de novo em atoleiros onde mais de uma vez quasi afundei-me; nenhuma esperança de encontrar o caminho certo; encontramos outras casas todas desertas. Era depois da meia noite quando encontramos junto de uma casa um carro e homens promptos a acolher-nos. Entendemo-nos, era uma família, cujo chefe tinha sido perseguido ao meio dia pelo inimigo e suas balas, e que devia a salvação a seu bom cavallo. Elle affirmou que partidas do inimigo estavam vagando muito perto. Grande embaraço. Os guías não conheciam o caminho; tínhamos andado com pressa, e cançadissimos, precisávamos de repouso. Amarraram-se os cavallos, deitaram-se os sellins no chão húmido, os cobertores em cima. Noite húmida. Pude de manha substituir a agua de lavar pelo orvalho que impregnou minha roupa. Foi uma noite cheia de ancias. 

Janeiro 31. — O mais cedo possível segui caminho. Todos os homens fugiram; e com cautela militar devia muitas vezes avançar, reconhecendo, porque todas as casas pareciam ter sido abandonadas pelo inimigo: afinal descubro o rasto de nosso exercito; acho algumas carroças de negociantes, que seguem o nosso exercito; como alguma cousa, mostro-lhes quanto perigo correm demorando-se. Elles dizem que o exercito está perto, chego entre 12°— 1º ao seu acampamento á margem direita do Camacuan, acho tudo na maior actividade, munições, bagagens em luta com as maiores difficuldades nas cabeças de soldados nús, que pareciam ladrões; varas compridas ajudam atravessar o passo difficil do Camacuan Chico. O general em chefe me acolheu bem, mostrando em suas palavras muita anciedade. muito interesse para comigo ; ficou satisfeito com as informações. Pouco depois das 9 horas appareceu o inimigo em força na coxilha alta que corria parallela; a 1 ½ legua de distancia á nossa posição sobre o lado do Camacuam. Um caudalosa // rio nos separa, do qual os próximos passos estão em nosso poder. O general Barreto avança cora um forte corpo de cavallaria para soccorrer a brigada do coronel Bento Gonçalves, que se retira. Estamos promptos para o combate e resolvidos a sustentar a posição, que os peritos do paiz consideram muito vantajosa, principalmente por causa das circumvizinhaças, que não permittiam flanqueamento ou desvio do caminho, que o exercito tinha seguido e que agora occupava com toda sua força atraz dos passos do rio. Sinto ter perdido a planta durante a batalha. A artilheria occupava uma altura dominante e tinha espaço para se mover em qualquer direcção; a mim parecia a posição muito vasta para as nossas forças, todavia não tinha tempo de indagar isso, O inimigo occupou as alturas, descubriu differentes corpos, mas não avançou mais, pelo contrario, retirou-se durante a noite. 

O general Calado, o coronel Alencastro e Pita com os restos do 6º regimento de cavallaria, cerca de 30 homens e metade d'esse numero de officiaes, o jovem tenente coronel, commissario geral Alberto, chegáram ao acampamento pouco depois de Barreto ter avançado. Tendo estado separado do exercito, e tendo perdido meu jornal no combate, reproduzo somente o boletim do exercito, para não interromper o fio da narração. 

A 26 de Janeiro passou o exercito a acampar nas margens do Toquarembá [sic] Grande entre duas vertentes que formaram uma forte posição: n'esta tarde se reuniu o brigadeiro Barreto com a 1ª brigada de cavallaria, ficando a 6ª. (Bento Gonçalves observando o inimigo), à tarde de 27 o brigadeiro Barreto reuniu-se com o exercito no Toquarembó. 
A 28 marchou o exercito atravessando a Coxillia Grande em um dia tempestuoso, e acampou na mesma ordem junto ás origens do rio Camacuan Chico, passando grande parte da // noite a bivouac; á 29 acampou na margem esquerda do Camacuan Chico, e não podendo este ser vadeado em consequencia da copiosa chuva dos dois dias antecedentes, e não tendo o exercito pontões, foi mister fazer botes de couro (chamara-se n'essa província pelotas), nos quaes passou toda a artilheria e munições de guerra e bocca. Emquanto o exercito se occupava da construcção dos botes de couros, no dia 30, o general Alvear marchava com todas as suas forças sobre elle, O coronel Bento Gonçalves, batendo-se em retirada, conseguia retardar a marcha da vanguarda inimiga, e sem perder um só homem fez alguns prisioneiros mortos e feridos. 

No dia 31 continuou o inimigo a sua marcha sobre o coronel Bento Gonçalves; e porque então ainda não haviam passado as bagagens, mandou o general em chefe que o brigadeiro Barreto tornasse a passar o Camacuan com os regimentos 20 e Lunarejos para apoiar a 6ª brigada. A artilhería sobre botes de couro, a cavallaria à nado e a infantaria com as munições à cabeça, e com agua pelos peitos, atravessaram o rio no dia 30, as carretas de munições de guerra e bocca no dia 31; gastando-se n'essa difficil passagem unicamente 36 horas. Á vanguarda inimiga esteve a menos de uma légua de distancia em continuo tiroteio, que cessou depois da noite. A 6ª brigada ficou do outro lado do rio cobrindo a retaguarda, e o brigadeiro Barreto reuniu-se no dia 1º de Fevereiro ao exercito.

Fevereiro 1. — As carretas e a bagagem puzeram-se em marcha às 6º da manhã, as tropas ás 8º rumo E S E; terreno muito arduo, subimos e descemos com trabalho e em circuitos; campos ásperos e pedregosos às 11. Às 11 apparece a estancia de José António de Freitas à esquerda, uma légua adiante. Às 2° chegamos ao arroio de Trahiras, que com seus affluentes fórma as Pontas do arroio das Palmas. Ficáram no acampamento abandonados em // pontos altos com larga vista, sentinellas perdidas, e um pequeno destacamento de cavallaria; tendo ordem de fingir querer defender o passo e deixar esse só, quando o inimigo fizesse preparativos indubitáveis para passar, A posição é uma completa forlaleza, cujos accessos são muito árduos, onde mil difficuldades se pódem apresentar a um inimigo, que avança. 

PLANTA 

A plataforma estende-se quasi plana até a distancia de um tiro de metralha, diante da artilheria postada em uma grande bateria; as subidas são geralmente ingremes e só alguns infantes isolados as poderiam galgar a custo; principalmente no flanco direito o terreno á muito escarpado e pedregoso. A plataforma tem maior declive para o ribeirão nas nossas costas do que para a frente; de sorte que um pouco adiante da artilheria já a infantaria não se podia mais ver, e a parte mais alta da plataforma se achava entre a artilheria e a infantaria. A cavallaria estava muito a seu gosto acampada ao longo do ribeirão: as carretas que lentamente se moviam, prova evidente da inconveniência do uso de bois, quando ainda em cima sua alimentação consiste em capim, que elles próprios devera procurar, tinham de passar todas hoje o ribeirão; vieram porém tão tarde que isto foi impossivel. O passo em A é soffrivelmente difficil, especialmente por causa da íngreme e pedregosa subida para o lado de A, de sorte que se deve vizar muito para a esquerda, na direcção do ribeirão B, para flanquear a subida ingreme A e ganhar pouco a pouco a altura. 

Todos os passos do rio são muito difficeis para as carreias construídas de um modo irregular, mal geitosas e terríveis; é impossivel imaginar cousa alguma mais inconveniente, // mais insensata do que estes vihiculos. Os passos são gastos pelas rodas, as barrancas desmoronadas e entrecortadas com grandes pedaços de rocha. Diante de taes vehiculos collossaes, que carregam 80 arrobas (2560 libras):, andam 12 e mais bois, pela cabeça tão somente presos a um jugo muito inconveniente; de sorte que muitas vezes o boi sacode o jugo, consegue voltar-se (cousa muito fácil) e põe o resto em desordem. A machina poe-se em movimento com grande Ímpeto para aproveitar o movimento accelerado, os bois facilmente se estorvam um ao outro, um cahe, os outros param, ou o carro vira, o que com raras excepções nos aconteceu em cada uma das passagens, e fez-nos perder um tempo precioso. Os conductores andara à cavallo, dois com cada carreta, ou andam a pé (raras vezes) ao lado, e dirigem com constante gritaria seu vagaroso gado ; elles têm varas compridas com pontas de ferro, para dar mais emphase à sua vozeria. Dez carretas taes estão debaixo das ordens de um capataz e todas debaixo de um official subalterno (commissario dos transportes), O todo é uma confusão completa, sem systema, favorável a toda espécie de fraude. O eixo do carro é todo de madeira; ferro não ha em todo o carro, as rodas não são cercadas de ferro, as extremidades sem ferro jogam n'um buraco da roda, que tem a largura de 1/4 de diâmetro; a madeira jogando sobre madeira causa uma fricção que dilacera os ouvidos : as extremidados [sic] dos eixos não estão em proporção com o resto do carro grosseiro, e quebram-se facilmente, porque nenhum ferro lhes augmenta a solidez, e todos os dias deviamos renovar eixos. 

Fevereiro 2. — Trinta carros gastaram 3 horas para passar o pequeno arroio. As tropas marcham às 6,º Às 6 3/4 avista-se o arroio das Palmas a 1000 pouco mais ou menos à direita e a estancia de Severino Teixeira Brazil, meia // légua adiante, Às 7 1/2 chegamos ao arroio das Palmas, atravessamos e tomamos posição na margem direita d'elle: a metade da artilharia collocou-se no flanco direito junto da casa na própria linha. Os dois flancos encostados nos edifícios podem ser defendidos com vigor, porque muitas das casas são fortemente construidas de pedras solidas. No flanco esquerda ha 

PLANTA 

Um curral de pedra, que forma um reducto completo. O rio, posto que só em poucos lugares transitavel para cavallaria e artilheria, era n'esse momento insignificante e offerecia muitos passos. A posição esta cercada de consideráveis alturas na frente e nos flancos, pelo que eu a não julguei tão forte como outros pretendiam que fosse; comtudo não quero negar que ella offerece grandes vantagens, especialmente se as casas forem postas em estado de defesa. Os conhecedores da região pretendiam que sua força consistia principalmente em seus arredores inaccessiveis, e que para ella só existia aquelle caminho, pelo qual viemos. A natureza do terreno parece-me justificar esta asserção; todavia não merecem grande confiança estes senhores, e o rio não é assaz conhecido.

Fevereiro 3. — Ficámos em nosso acampamento de hontem, e eu recebi ordem de reconhecer o passo dos Enforcados. Parti ás 5 1/2 da manhã; às 6 3/4 passei a estancia de Matheus António Dias, ao lado direito da estrada, e às 7º e 5 minutos passei a estancia de Simão Pires, 400 ao lado direito, rumo N. O arroio Laxiguana nasce na retaguarda do nosso exercito, a pouco mais ou menos meia légua de distancia, deslisa um pouco arredado ao longo da estrada, através de grandes cavidades, e só é avistado // quando desemboca no Camacoan Grande. À direita divisasse em um intervallo do duas a Ires léguas os cimos da Íngreme serra de Camacuan ou da Casa de Pedro. 

Às 9º e 4 minutos encontro o passo da Laxiada, que só com difficuldade e demora póde ser transposto, e para as carretas ainda são precisos trabalhos prévios. Dirigem-se a mim vários grupos de camponezes armados e com cavallos; desejam fazer parte do exercito. Posições não ha em lodo o caminho até o passo da Laxiada, e no próprio passo apenas uma noite póde o exercito demorar-se; tem-se de procurar e reconhecer uma boa posição; talvez exista uma nas margens do ribeirão. A região é desfavorável para a cavallaria, o que nos causa grave incommodo. Do Passo em diante o 
caminho torna se escabroso e exige reparos se tem de ser percorrido pelas carretas. Affirmam que não se querendo atravessar este passo e a região escabrosa, póde-se levar as carretas pela coxilha de Simão, que se estende até o rio Camacuan; este outro caminho, porém, dizem ser tão pedregoso que só raras vezes é preferido, e os meus guias não o conheciam. Apezar d'esta difficuldade de transito reconheci em vários lugares vestígios de carretas que pouco antes haviam passado. Às 10º e 15 minutos cheguei ao passo dos Enforcados ou de S. Simão sobre o rio Camacuan, na distancia de 5 1/2 léguas do nosso acampamento. De ambos os lados pousavam muitas famílias fugitivas. Do nosso lado, à margem exterior, existe a venda do Simão, que emprestou o nome ao passo. Parecia-me impossivel passar o rio, tão medonhas são as barrancas, principalmente do outro lado; os buracos de extraordinária altura não apresentam fundo, e acham-se revestidos de arvores e arbustos ; comtudo vi com profundo pasmo os bois perfeitamente adestrados levarem as carretas para a margem ulterior. 

O próprio rio é fundo e só se pode atravessar o passo à // nado. Para o exercito transpôr a corrente são necessários certos arranjos no passo. Dizem que para cima são as margens escarpadas, ingremes, penhascosas e cobertas de mato, e não offerecem outro passo; mais três leguas abaixo encontra-se o passo do Cassão, Para lá fui, achei-o muito melhor, podendo com pouco trabalho dar uma commoda passagem; suas margens são mais pedregosas e solidas; e como não é muito conhecido acha-se em muito melhor condição. O caminho, desde o passo dos Enforcados até o Passo do Cassão é elevadiço e rochoso, entrecortado de precipicios e ribeirões; principalmente logo no principio tem-se de passar grandes lages escorregadiças. Toda a região apresenta o caracter de terra montanhosa. O caminho do passo do Cassão até o nosso acampamento, é intransitável, assim para a artilheria e carretas, e exige previamente muitos reparos; mas a cavallaria e infantaria póde passar. À margem direita prolonga-se o caminho através dos risonhos prados da várzea de Laxiguana, a cuja esquerda erguem-se as paredes perpendiculares da serra da Cruz da Pedra. Este valle forma uma posição contínua de passo em passo, limitada de um lado pela Laxiguana com seus rochedos, e do outro lado por uma coxilha alta, com cimos penhascosos; nos ribeirões, que em varias partes desaguam, offerece posições vantajosas, com maiores frentes do que póde ahi desenvolver um inimigo quando penetra. Excellente agua, abundância de lenha e do pasto, permittem à columna maior demora. 

Domingo, 4 de Fevereiro. — A nossa posição apenas offerece em considerável distancia alguma lenha; por isso esta manhã transferimos o acampamento para as nascentes da Laxiguana, à meia legua do distancia, onde existe uma posição muito commoda para as mais urgentes necessidades. 

PLANTA 

Fevereiro 5. — Ao meio-dia chegou ao acampamento a divisão do marechal Brown, tendo elle chegado algumas horas antes. A divisão consistia nos regimentos 4º e 5º de cavallaria, aos quaes se aggregou a gente que elles tinham no exercito, ficando assim com um numero superior ao seu quadro; no 6º regimento de cavallaria, ao qual, apenas desfalcado de alguns homens, reuniu-se a companhia provisória de pretos e mulatos (substitutos), formada no Rio-Grande pelo visconde da Laguna; em 80 homens escolhidos, lanceiros allemães, incorporados no 4º; no 27 batalhão de caçadores allemães em numero de 500 homens; em três companhias do 18 batalhão de caçadores de Pernambuco, cujo resto se espera todos os dias, A divisão tomou posse do nosso acampamento da véspera.

Foi sem duvida um grande triumpho estratégico a reunião doestas duas divisões, passando o general inimigo com forças immensamente superiores por entre ellas, então separadas por um intervallo de mais de 80 léguas, e occupando além disso uma posição militar que tolhia as communicações dos exércitos entre si e com as cidades. Nos recem-chegados encontro muitos conhecidos, como V. Friedrichsen, Siegener, Boraemann, etc. 

Fevereiro 6. — Ficámos em nossa posição sobre a Laxiguana. No caso de um ataque ou quando se resolvesse esperar aqui o inimigo, seria preferível a posição sobre o arroio das Palmas, por isso apresento uma planta em maior escala e a descripção com todas as observações militares que a situação offerece. Tudo se perdeu com os demais papeis, e o que a memoria salvou apresento no lugar indicado pela data de 2 de Fevereiro. Tencionava-se fazer n'esta // tarde uma manobra de todas as tropas, que falhou completamente, e despertou bastante anciedade quanto ao êxito de alguma futura batalha.

Fevereiro 7. — Conservámos a nossa posição sobre a Laxiguana, e a noite fixemos uma triste experiência com os fogueies à Congrève que custou a vida ao infeliz tenente Siegener. Estavam presentes os offciaes generaes e eu; accenderam três foguetes que falharam, mas causaram-me 
grande medo, porque eram deitados no chão e só no meio se os levantava para o alvo determinado. Parece-me que Siegener, pouco lembrado da grande precaução exigida para esses foguetes, quando não ha os meios necessários para lançal-os, applicou muita pólvora em pó, porque julgava terem elles sofrrido da humidade. Isto deu em resultado arrebentarem todos três muito perto de nós e o ultimo d'elles aos pés do próprio Siegener, que recebeu três gravíssimas feridas. O calor era excessivo; remédios muito limitados: de commodos nem vislumbre. 

Fevereiro 8. — Para poder ser tratado com mais cuidado foi Siegener transportado de noite para um pequeno lugar da vizinhança. Morreu dois dias depois e foi sepultado em Caçapava. 

Fevereiro 9. — Ao raiar do dia fui cora o ajudante-general e um esquadrão de cavallaria reconhecer o caminho desde o nosso acampamento até o arroio do Tigre. Este passa pelo acampamento das Palmas e das Trahiras, onde afastando-se meia legua para a direita da estancia de João António de Freitas, dirige-se perpendicularmente sobre a linha de frente do nosso acampamento das Trahiras. nas elevações, e attinge ao arroio do Tigre, que d'alli dista meia legua. Às 4 da tarde partiram os vehiculos do exercito, e as tropas estavam promptas para marcharem à primeira ordem. Já ao partir de Sant'Anna queria mencionar a grande // habilidade que em todas as marchas desenvolveram nossas guerrilhas, corpo pouco disciplinado e exercitado, composto de filhos da província. Formam sempre a vanguarda em todos nossos movimentos, e com prazer se vê como cumprem seus deveres, como exercem suas funcções; dir-se-hia terem sido instruidos na melhor escola européa» Quantas vezes nossos generaes, applicando os telescópios, julgavam descortinar a uma légua de distancia as vedetas inimigas, e ao approximarmo-nos reconhecíamos serem nossas guerrilhas que se reuniam em extraordinária distancia, e esperavam o corpo do exercito depois de terem flanqueado e reconhecido todo o arco de terreno em nossa frente. Como tiralheiros de cavallaria ligeira ellas iniciam o combate são tropas denodadas, dignas de louvor, se porventura não: obscurecessem o brilho de sua gloria pela indisciplina e por uma invencível rapacidade. 

Fevereiro 10. — À 1 hora da noite partimos com as tropas. Estava muito escuro; parámos das 3 — 4 1/2. A direcção da marcha é pelas posições abandonadas das Palmas e das Trahiras, e por isso nada ha para mencionar. Às 10 1/2 chegámos ao Camacuan Chico, onde tomámos posição a uma distancia cerca de um terço de légua da antiga posição. Foi uma estirada marcha em uma manhã abrasadora, Tomam maior vulto os acampamentos, em consequência de terem augmentado as tropas. O exercito acampa por divisões ; a artilheria fica junta no centro, em um lugar conveniente, para se poder facilmente arreiar. A planta que se perdeu do acampamento era pouco mais ou menos a seguinte:

PLANTA 

Domingo, Fevereiro 11. — Ficámos na posição da véspera; // chega o resto do 18º batalhão. Tranqow, chegado hontem à noite, partiu hoje de manhã. 

Fevereiro 12. — O quadro do exercito, tal como foi apresentado ao general em chefe pelo ajudante general Francisco José de Sousa Soares de Andréa, contém os seguintes 
dados : 


Mappa das forças do exercito imperial no dia 11 de Fevereiro de 1827 



11 de Fevereiro de 1827. Francisco José de Sousa Soares de Andréa, brigadeiro. Ajudante-general.

Existiam 12 companhias de guerrilhas na maior confusão quanto à sua força e organisaçâo, e no momento não havia vagar para innovações; ellas estavam distribuídas pelas divisões da cavallaria ligeira, e seu numero orçando // em 500 homens, já se acha incluído no quadro supra. Desde alguns dias tinbam-se aggregado a nós muitos camponezes mal armados, porém optimamente montados; seu numero chegava a 3i0. Os que o marechal Abreu trouxe eram 500. 

Fevereiro 12, segunda-feira. — (o plano perdeu-se.) 
— Partimos ás 5 ½, nossa posição distava só um terço de legua da passagem de Camacuan, que tínhamos passado e fortificado nos dias 29, 30 e 31 de Janeiro. A passagem era incommoda, desagradavel e longa; as ultimas carretas só transpozeram o rio ás 11 horas do dia. A má condição dos meios da transporte, dos bois de carro e de todos os vehiculos, bem se patenteou aqui conjunctamente com a falta sensível de uma companhia de sapadores, e com o atrazo produzido por uma simples carreta quando virava. Era immensa a extensão occupada pelo exercito em marcha; chamei para esta circumslancia attenção do general, desejando que os espiões do inimigo nos vissem das elevações, porém que não houvesse ataque. Soube ao depois em S. Gabriel que o inimigo investigava o nosso estado por meio do seus bombeiros, porque elles partiram gritando « Alli vienen los perros portugueses como tierra». Seguimos o mesmo caminho como antes de Taquarembó para cá e as 2 horas acampamo-nos nas vertentes de Camacuan. Não é uma posição, comtudo tivemos a felicidade de encontrar madeira e agua n'estas alturas. 

Chega-nos a noticia de achar-se perto o marechal Abreu com a gente e os cavallos. A inesperada diversão do inimigo, que eu logo predisse, quando deixamos Santa Anna, esclareceu-nos a respeito da situação d'aquelle ponto abandonado. Partidas inimigas tinham infestado Santa Anna e tinham surprehendido e destruído o grande deposito de bagagens, mochilas e munições no passo de S. Borja (Rio de Santa Maria). //

Terça-feira 13 de Fevereiro. — (o plano perdeu-se).
Pozemo-nos em marcha às 5 horas, e para alcançar-nos o caminho da coxilha fizemos um grande desvio; chegamos com a vangaarda às 7 horas até a estancia de Joaquim José Luiz. Nas duas ultimas horas, voltando-nos para noroeste, procuramos as pontas do Jaguary, onde nos acampamos. À tarde chegou o marechal Abreu com um uniforme ricamente bordado acompanhado de 240 homens; um artilheiro inimigo apresentou-se-nos como desertor, é francez e fornece-nos minuciosas informações a respeito do inimigo, principalmente a respeito da artilheria. Segundo elle diz, o inimigo dispõe de grandes forças ( talvez mais de 12:000 homens,) os cavallos são máos, a artilheria é movida por bois, a cavallaria conduz os cavallos pelo freio e só monta aternadamente [sic]; a arlilheria, composta de 18 peças, e muito mal servida, tem soffrido muitas deserções. 

Mandamos cartuchos a Bento Manoel, O coronel Seára acha-se com uma grave moléstia venérea; eu lhe aconselho que appelle para os sentimentos de benevolência do general, em vez de arriscar-se a succumbir em marcha. Eu mesmo me dirijo ao marquez, que quer mandal-o para Porto Alegre, e communico a Seara esta tranquillisadora noticia. 

Quarta-feira, 14 de Fevereiro. — (Perdeu-se o plano.) 
Partimos às 5 horas em direcção norte, ás 8 3/4 chegamos ao posto de José Martins Coelho, às 10 horas ao posto de Marcellino Silveira. Paramos das dez e meia ás onze e meia, e almoçamos atraz de uma grande pedra em companhia de um grande pessoal. Às 2 horas, chega a vanguarda à estancia do Velho Serpa ( José Francisco ), em cujas proximidades se acampam em muito amplo espaço as differentes espécies de tropas. Nas vizinhanças d'esta estancia encontra-se um bello 
mármore, muito branco, que se aproveita para fabricar cal. 

Quinta-feira, 15 de Fevereiro. — Conservarmo-nos nas // posições da véspera. A gente do campo foi distribuída em 11 companhias de 50 homens commandadas por officiaes da milícia. Faz-se exercicios. Apresento meu criado no 27.ª batalhão: elle deixou furtar a canastra, de modo que eu perdi varios objectos e alguma roupa, salvando comtudo um livro de Stade, para mim de grande valor. A bagagem e as carreias partem antes de nós às 4 horas da tarde. Vou com o general visitar o marechal. 

Sexta-feira, 16 de Fevereiro. — Marchamos meia hora depois do meio-dia em direcção norte; às 3 3/4 achamo-nos no passo do Páo Arcado de Vaccacahye gastamos uma hora em transpol-o. O general e eu deitamo-nos na relva com as rédeas dos cavallos nos braços; sentimos que as marchas nocturnas apresentam milhares de incommodos e repugnam à natureza do homem. Por isso estas marchas só devera ser emprehendidas raras vezes ou em casos extremos. 

Julgávamos estar o inimigo muito perto, ainda na immediações de S. Gabriel; motivos sufficientes nos induziam portanto a emprehender esta marcha nocturna, que o inimigo devia ignorar. Às 6 e 1/2 horas chegamos à grande estancia de Bernardo do Canto, a qual se compõe de vários edificios espaçosos e sólidos, e apenas dista 4 leguas de S. Gabriel. Meia legua à esquerda da estrada que conduz a S. Gabriel está o posto do Chico Barreto. Ainda encontramos gente na estancia; o inimigo ainda não a tinha saqueado; regalamo-nos de pecegos, que n'ella existem em abundância; o proprietário e o velho Serpa vem mais tarde visitar-nos; conservam-se escondidos nos bosques com excellentes cavalgaduras, porque o inimigo esforça-se por descobril-os. Elles confirmam a posição do inimigo em S. Gabriel e suas immediações. A columna gasta da vanguarda à retaguarda 34 minutos, marcha em meias companhias, meios esquadrões e meios batalhões à // meia distancia. Às 10 horas descançamos nas vertentes do Vaccacahy. Faz muito calor. Nas eminências diante de nosso acampamento avista-se a bella estancia do Batovi, pertencente ao tenente-general João de Deus Menna Barreto. Divisamos vedetas inimigas que partiram a todo galope, quando transpozemos as eminências. Um pouco mais tarde ouvimos 3 tiros de artilheria na direcção de S. Gabriel, julgamos ser signaes. 

O marechal Brown foi reconhecer ao meio-dia na direcção de S. Gabriel e declarou ter visto perfeitamente massas inimigas n'aquella direcção. O general parte de tarde para reconhecer, e nós com o telescópio, podemos avistar algins cavalleiros e numerosas manadas, sem comtudo descriminar se são de cavallos ou de bois. 

Sabbado, 17 de Fevereiro. — Partimos as 3 horas da manhã, paramos ás 4 1/2; a vanguarda manda a notícia de estar o inimigo perto. Mudamos cavallos até ás 7 1/2.  O capitão Totte, mandado para descobrir Bento Gonçalves, não o tendo encontrado, recebe do general ordem de prisão. 

Nas tropas reina o mais ardente enthusiasmo; julgamos em breve topar com o inimigo, avistal-o em cada desçampado; logo porém nos convencemos serem exageradas e falsas as noticias da vanguarda; às 10 3/4 chegamos ao passo do Vaccacahy, que transpuzemos sem obstáculo; as avançadas pararam às 11 horas em S. Gabriel. A condição d'este lugar era triste, os habitantes tinham fugido e as partidas inimigas tinham-se retirado havia uma hora. O grosso do exercito tinha-se dirigido três dias antes para Santa Maria, ficando Lavalleja com mil e tantos homens. Perto do passo apresenta-se o cadete Roeding, de Hamburgo. Prisioneiro do inimigo em S. Borja, foi mandado pelo coronel Heyne com parlamentares allemães para sublevar as tropas allemãs; elle tudo entrega em minhas mãos, e eu informo devidamente o general. Elle tinha ordens // especiaes para o major Heise e o capilão Leenhoff; a este ultimo só devia dizer «agora reina o luxo». Mandei Roeding ficar junto de mim, e pedi ao general que o empregasse, o que elle lamentou não poder, porque isto só competia ao Imperador. Almoçamos em S. Gabriel e partimos dalli às 2 1/2 para tomar posição a meia legua de distancia na margem esquerda do Vaccacahy. As carretas e a bagagem ficam em S. Gabriel. Knorr embriagou-se nas caixas encontradas, de modo que ficou prostrado no chão. 

PLANTA 

Domingo, 18 de Fevereiro. — As tropas marcháram às 4 horas da manhã, o quartel-general ficou até ás 2 horas, por causa dos muitos negócios. O tenente-coronel Seára foi mandado, por motivos de saúde, com despachos para Porto-Alegre, O general partiu com seu estado-maior às 2 horas; nós vamos na direcção de S, Gabriel, deixamos este lugar à esquerda, voltamo-nos às 5 1/2 para noroeste e alcançamos às 7 1/4 da noite por bons caminhos o acampamento das tropas no arroio de Salto junto ao posto de João de Deus; julgo todavia que nosso guia nos transviou, porque n'este espaço de tempo percorremos, apertando os cavallos, o duplo do caminho, que as tropas andaram. 
Ainda nos dirigimos ao marechal Brown e ao general Barreto, e fomos ao depois repousar na margem do rio, que eslava quasi enxuto, porque apenas em alguns buracos do leito se encontrava agua ordinária e impura. 

PLANTA 

As tropas acamparam em uma grande extensão ao // longo do rio; o terreno era uma vasta lezíria, como se encontra frequentemenle à margem dos rios; no tempo das chuvas fica completamenle salgado e ao depois revestido de uma espécie de capim duro como a caniço e da altura de um homem. 

Segunda-feira, 19 de Fevereiro. — Partimos às 3 1/2 da manhã, ás 8 horas recebemos a noticia de estar perto o inimigo; da parte de Bento Manoel chega uma guerrilha-bombeiro: extenúo tres cavallos para encontrar a brigada de Bento Gonçalves e conduzo a este ao general em chefe. O exercito tem os cavallos da reserva jâ apparelhados. Às 4 1 e 1/2 chegamos à estancia de Feliciano Duarte, e uma hora depois nos acampamos do outro lado junto à estancia de Francisco José (agora Manoel José Pereira). 
Meu criado emprestou meu melhor cavallo a um sargento do batalhão 27 de caçadores e não me sendo restituído, ordenei ao dito creado, que se tornára muito deleixado, que me fosse buscar o cavallo e não me apparecesse sem elle. Perdi um presente de uma bella hespanhola de Montevideo, que sempre trazia comigo, apezar de procurar ao luar não encontrei mais vestígio:— foi para mim uma perda de máo agouro. Na estancia não achamos creatura humana, mas restos de farinha, herva-mate, gallinhas, fructas, feijão. Saboreamos bem. já em hora adiantada; parecia um banquete, os pecegos e as melancias foram um verdadeiro deleite. O meu criado me inspira receios, não voltou de noite. A noite está quente, como o dia fora abrazador; deito-me muito tarde sobre as pedras diante da casa. 

PLANTA//


Terça-feira, 20 de Fevereiro. — Pomo-nos em marcha às 2 horas da manhã, as tropas já tinham partido antes levando pela redea os cavallos da reserva; nós avançamos lentamente, a lua ficou encoberta, não se podia observar o caminho, os passos eram incertos. Paramos das 3 às 4 horas para reduzir a columna que se achava muito alongada. Às 4 horas encontramos a nossa vanguarda, que em vez de executar a ordem de marcha às 2 horas, tinha julgado melhor dormir até às 4 horas. 

Depois das 5 horas recebemos notícia de estar perto o inimigo, mudamos depressa os cavallos, a primeira divisão avança immediatamente, dirigimo-nos para uma collina; vê-se na planicie as escaramuças da vanguarda com o inimigo. A uma distancia de 7800 passos existe uma eminencia que é como uma longa cortina com dois baluartes; avistamos tambem alguns pequenos fogos, mas um grande fogo na ala esquerda do inimigo encobre a maior parte de nossa posição; jnlgamos que é o fumo de seu ultimo acampamento, e que os fogos eram para uma pequena força destinada a proteger a passagem do inimigo pelo rio Santa Maria. Todas as communicações que nos chegam, confirmam esta passagem do inimigo dois dias antes no passo do Rosario oom toda a artilheria. A nossa eminencia esta separada da do inimigo por um largo vale, cuja superficie em alguns lugares de 3, 4,6 pés de fundo, apresenta bordos escarpados; só os cavallos já muito habituados podem estas difficuldades, e os soldados à pé passam isoladamente.

Custou muito a conter a tropa, cada um queria lançar-se // sobre o inimigo; um tal enthusiasmo devia também inflammar o general em chefe. Depois de uma curta deliberação com os generaes ordenou elle um rápido ataque. A primeira divisão avançou antes que a segunda tivesse marchado, às 7 horas lutava-se renhidamente, O inimigo tinha desenvolvido suas massas com grande habilidade táctica; apezar de avançar a primeira divisão com vigor e coragem, envolveu o inimigo a segunda divisão e a vanguarda, jà quasi dispersa dos paisanos, de tal modo que ella só podia galhardamente sustentar uma posição defensiva, sem ser capaz de auxiliar a primeira divisão nem formar-se em duas linhas na retaguarda do inimigo, que procurava rompel-a, nem assumir o papel de uma forte reserva. 

O general Barreto, o tenente-coronel José Rodrigues Barbosa, commandante do regimento Lunarejo, chegaram a todo o galope à presença do general em chefe, vindo de uma direcção que nos surprehendeu; declaravam em alta voz que as noticias eram más. Não me recordo de todas as palavras, mas, forte foi a impressão que em mim deixaram; logo se retiraram â galope e prometteram reunir as tropas dissipadas e tentar novos ataques. Eu me dirigi a cavallo com o general em chefe para o fundo do valle, onde estava a infantaria de nossa primeira divisão: quando para ahi nos dirigíamos chegou-nos a noicia que toda a bagagem estava perdida e cortada a retirada, que toda a região coberta de vegetação estava em fogo, e nós completamente perdidos. O major Mello não sabia o que dizer ao general, cria tudo perdido, pelo que foi seriamente reprehendido. De differentes pontos chegavam communicações desfavoráveis; o inimigo desenvolvia uma considerável superioridade; atirava sobre nossas alas e retaguarda fortes columnas de cavallaria, a ponto de nos interceptar a estrada de S, Gabriel; não se podia auxiliar a primeira divisão, frustrou-se o plano de ataque, e a segunda // divisão, que devia servir de reserva, não podia operar movimento algum, só conseguiu repellir os vigorosos ataques, que se succediam uns após outros. 1,600 homens, regimentos inteiros, officiaes de todas as graduações tinham fugido, achava-se inactiva toda a artilheria à excepção de duas peças do official Mallet; o general ordenou à primeira divisão que regressasse à sua posição anterior, e sendo esta insustentável, ordenou a retirada.

Esta retirada foi executada a custa de muitos esforços, na melhor ordem e com uma tal serenidade e sangue frio dos soldados, como eu nunca esperara no Brasil; e se Buenos-Ayres era muito superior em patriotismo, táctica, organisação, equipamento e meios de ataque, nós não nos mostramos inferiores na brilhante disposição de nossa retirada, para a qual muito concorreu a tranquillidade e coragem inexcedivel do general em chefe. Retiramo-nos combatendo: soldados do batalhão 27 puxavam as peças, que tinhamos de salvar, porque as bestas mostraram hoje sua completa inutilidade para o transporte da artilheria n'esta região. Desviados da estrada tivemos de passar barrancas e abysmos, de subir montes; a nossa valente, muito valente infantaria, que foi a nossa arma offensiva e defensiva, teve de percorrer, no meio de fadigas e descalça os ardentes campos de capim em nossa direcção para o passo de S. Lourenço no Jacuhy; encravamos e abandonamos uma peça, cujas rodas se quebraram.

Logo que tocamos as primeiras eminências na retirada, vimos o inimigo concentrar um vigoroso fogo de varias baterias contra uma bateria que tínhamos deixado e que não respondia. 

O commandante em chefe da artilheria do exercito do sul ahi estava, — para ahi lambem eu vôo, mas qual foi o meu espanto, quando em vez de achal-o junto às carretas, o acho deitado de costas debaixo de um carro de // munições, que estava muito afastado! Pode-se imaginar que terrível effeito produziria um tal comportamento dos subordinados ateé o próprio soldado! Que diabo é isto! São estes os artilheiros brasileiros? Clamei eu; e coronel Madeira olhou furtivamente debaixo do carro; tomou a sua anterior posição e escondeu no chão os seus sentimentos. 

Regressei apressadamente, contei tudo ao general em chefe, que partiu immediatamente com o marechal Brown e com o estado-maior e encontrou em seu seguro asylo e quartel de saude o valente cavalleiro com o peito condecorado; o marechal mandou immediatamente que 10 caçadores alli mesmo atirassem 10 balas n'aquelle coração covarde. O marquez de Barbacena lhe diz: Então, Sr. coronel o que é isso? Elle responde: Que quer V. Ex, que eu faça aqui? Que faça fogo, diabo! O calibre do inimigo é muito maior do que o nosso! N'este momento cahe uma bomba 5 1/2' no meio de nós e lança-nos terra no rosto; com incrível rapidez o coronel reassumiu sua antiga posição debaixo do carro em presença dos generaes e officiaes do estado-maior.

O marechal de campo Abreu jazia a uma pequena distancia d'este lugar, parecia não ter ainda morrido; fui buscar o medico do 3.º batalhão, que a excepção do Dr. Scott do 27.º batalhão, era o único que tinha ficado no campo da batalha. 

Como já ficou dito, perdemos toda a bagagem, as boiadas, cavalhadas, carros, hospital, caixa militar, tudo emfim; mas o que tornava todas as perdas mais sensiveis, era que nos tinham sido tomadas as munições; a infantaria não tinha mais um cartuxo; uma carreta com munições que salvamos perto do campo da batalha, podia fornecer alguma munição para a infantaria, mas em vez dos cartuxos só encontramos pólvora; não só podia mais pensar em resistência; nossa situação era bem triste. O general tomou-se // credor de muita consideração e respeito por sua firmeza dante dos varios alvitres que foram apresentados, e um official superíor (um brasileiro!) aconselhou que elle tomasse o melhor regimento de cavallaria, resguardasse sua pessoa; e sendo uma capitulação inevetivel, se elle mesmo não subscrevesse, ella seria annullada e o governo não a approvaria. 

O marquez regeitou a proposta com desprezo, declarando que antes queria succumbir com os últimos soldados do que acarretar uma tal ignomínia para seu nome. A Vanguarda armou-se depressa, nós acceleramos nossos cavallos para mandal-a parar; o primeiro da frenle é o coronel da artilheria: O que é feito de sua artilheria? Disse-lhe o marquez. Oh Sr. Marquez, retrucou elle, está toda perdida. O marquez despediu-o immediatamente para que a ella se fosse aggregar, por quanto de lá tínhamos vindo.

Seriam 2 horas, quando principiamos a retirada; fazia um calor abrazador. nem uma gola no terreno invio, nem um alimento desde hontem à tarde; o inimigo começou a expedir maiores columnas para acossar a nossa retirada; o general em chefe mandou-me procurar o brigadeiro Calado para lhe dizer, que não arriscasse muita tropa para salvar as peças, e que antes inutilizasse os canhões do que sacrificasse gente e peças ao mesmo tempo. O general Calado respondeu-me que tinha esperança de salvar a artilheria e por isso não duvidava do successo. Pelas 4 horas da tarde deixou o inimigo de nos perseguir; a nossa marcha foi até o passo do arroio Cassiky, isto é, cinco ou mais léguas distante do campo de batalha, onde nós, mortos de fadiga, cahimos da sella à margem do rio na escuridão da noite; o próprio general não podia mais, e adormeceu meio morto. Seguramos os cavallos pela rédea, e cada movimento o mais ligeiro rumor nos fazia estremecer, nos levava a pegar na espada para defendermos com a vida o pequeno es//paço onde reposavamos. Eram 2 horas da madrugada, quando os pobres soldados de artilheria trouxeram a ultima peça; de sorte que o arroio Cassiky com suas elevarias margens ficou entre nós e o inimigo como uma barreira. Durante a noite não se podia pensar na refeição, mas o crystallino rio offereceu alivio e conforto a nós e aos cavalJos, que à porfia nos precipitavamos dentro. Causava dó ver como os infelizes soldados no ardente calor, depois da marcha nocturna, da luta e da retirada se atiravam exhaustos nos lugares húmidos para sugarem algumas golas, que molhassem e refrescassem os lábios abrazados.

A planta da batalha pertence a este lugar, as explicações são do próprio punho do marquez de Barbacena. São sempre de máxima importância aquelles documentos que foram escriptos immediatamente após os grandes acontecimentos; a impressão ainda está viva; milhares de paixões não têm tido ainda tempo de accordar, ainda não recobraram do susto; a verdade conserva seus sagrados direitos, os quaes ao depois são desfigurados, quando cada um explica segundo seus interesses individuais; as vezes nem o próprio fundo é respeitado; de sorte que os investigadores posteriores não o reconhecem ; só a testemunha occular póde revelal-o. 

Desejo obstar a uma tal adulteração da verdade, e por isso transcrevo as seguintes communicações originaes dos differentes chefes e generaes, que elles enviaram a respeito da batalha, e termino com uma carta, copiada sem alteração de uma syllaba, que n'aquelles momentos de privações e angustias eu escrevi a meu caro pai (*). 

Também aqui devemos, em honra da verdade, dizer algumas palavras a respeito do nosso general em chefe de 

(*) Faltam ao manuscripto. 
(Nota da Redacção). //

quem os boatos, as intrigas e os jornaes fizeram um individuo bem singular. O marquez de Barbacena recebeu o commando em chefe do exercito das mãos do visconde da Laguna, sendo este, sem duvida, um dos mais dignos, mais talentosos, mais instruidos, mais distinctos commandantes do Brasil; julgo até não dizer de mais, collocando-o pelo menos no primeÍro lugar entre os generaes brasileiros, porque na Europa ou em qualquer outra parte do mundo poderia exercer seu elevado cargo com distincção, gloria e louros. Em toda a minha vida não encontrei homem tão geralmente estimado e venerado, a quem tanto poupasse a inveja, o espirito de censura. A província de Montevideo, por elle antes conquistada, o honrava como um pai venerando; a província do Rio Grande tinha n'elle uma confiança illimitada; desde muito o esperava como um redemptor; os homens ricos lhe entregavam seus cabedaes e todos os dias lhe diziam que d'elles dispozesse como quizesse. Em poucos dias estavam centenas de carretas à sua disposição, e as tropas esfaimadas receberam d'elle em Sant'Anna as primeiras provisões, O exercito o endeosava; elle era o objecto de suas preces, o objecto de seus votos, desejos e esperanças; não e possível pintar fiel e claramente tudo, a não ser que fallemos d'elle como de um Deus. Abalava-me a presença d'aquelle typo, tão raro e cheio de commoção: recordo-me d'aquelle tempo em que vi os habitantes da provincia de S. Pedro se afadigarem por demonstrar seu amor illimitado para com o mais digno guerreiro do Brasil Já era um velho de 60 annos; tinha a nobre figura de um heróe; em torno de sua bella cabeça, o ceo collocara uma coroa de prata, como tão raras vezes é dada aos mortaes; mas tambem não lhe faltava a energia nem a força : era um homem robusto, com a experiencia e sabedoria de um ancião, o que é muito raro no // Brasil, onde se vê muitos velhos de vigor juvenil e sem prudência alguma.

Tal era o homem de quem o marquez de Barbacena tirou o commando. A este ultimo general precederam boatos muito desfavoráveis, unanimes e do lodos os lados repetidos, sendo necessária toda a prudência do visconde da Laguna, que recusou inclinar-se para qualquer dos muitos partidos dispostos a defendel-o e talvez muito perigosos; mas o digno general, servindo lealmente a um governo que tanto o maltratou, e por duas vezes o humilhou aos olhos de todos, não quiz resistir; preferiu empregar a persuasão, a bondade, a amizade, o rigor, para debellar tudo quanto podesse ser nocivo aos interesses de seu Imperador. 

Confesso que estando prevenido contra o marquez, Ioga manifestei minhas disposições no primeiro dia, durante a inspecção de uma fortificação sobre o Rio Grande, porque sou incapaz de dissimulação, Póde ser que o marquez não possuísse as theorias e a experiência exigidas para o lugar de commandante em chefe, se comtudo a natureza uma vez concedeu a algum mortal todas as qualidades que habilitam para os altos cargos, o marquez de Barbacena estava sem duvida n'essas condições. Brasileiro de ardente patriotismo, tinha o caracter inglez, por assim dizer, predominante nas veias, amava a justiça, estava possuido das melhores intenções, tinha o maior desejo de tornar feliz sua pobre pátria; nobres sentimentos achavam-se como que occultos sob um exterior frio o comedido, ou disfarçados pela facilidade franceza commum na etiqueta dos paços; tinha uma vontade forte, um caracter resoluto e a escola poderia ter n'elle desenvolvido um grande general. EUe entrelinha as melhores idéas a respeito da administração e disciplina ; era dotado de um espirito penetrante, de uma eloquência arrebatadora, de um exterior vantajoso, de um // caracter nobre, ajudado pela bondade do coração. Percorreu o mundo; esteve repelidas vezes em Portugal, França Inglaterra; como representante do Brasil na Inglaterra, no decurso da revolução, conseguiu pôr-se em contacto com os maiores vultos d'aquelle paiz: era admirador e amigo de Sir George Canning. Foi antes da revolução um dos homens mais ricos do Brasil; entretinha relações com as melhores casas da Europa, e ainda agora seu espirito emprehendedor se achava de posse de uma extraordinária penetração e viveza para todos os negocios. 

É singular que a despeito de tão grandes e extraordinários dotes, nâo se possa imaginar um homem em luta com maior numero de inimigos pessoaes do que os tinha o marquez de Barbacena em todos os pontos do Império. Excitado pelos clamores que o assaltavam, resolvi-me a observal-o attentamente, e reconhecendo seu grande merecimento fiquei assombrado da maldade, que tão engenhosa se mostrava para aviltar por mil calumnia a um homem, a quem a nação devia venerar por amor dos sacrifícios que fazia para servil-a, alcançando que a primeira nação do mundo se antecipasse a reconhecer sua independência politica; a um homem, a quem a nação devia erigir columnas de honra em vez de conculcar seu nome por todos os modos e em todos os lugares; a um homem, que, verdadeiramente zeloso da felicidade de sua pátria, soube grangear para ella grande estima nos paizes estrangeiros, onde tomou conhecimento das sciencias sociaes e admínistrativas, observou as instituições politicas cora grande attenção, reconheceu as chagas profundas de seu paiz, e mostrou ser o homem de prudência e energia necessárias para empregar os meios conducentes aos bons fins. 

Depois d'esta digressão, em que procurei esboçar os caracteres de dois homens importantissimos, voltemos ao assumpto principal. //

Retirára-se o visconde da Laguna do commando no principio de 1826, mas em meiados do mesmo anno reassumia a direcção do exercito, e dirigiu-se para fins politico-militares de Montevideo para o Rio Grande; antes de terminar foi outra vez desapossado do commando. Antes de realizar-se esta distituição já o boato precursor tinha paralysado a coragem e vigor do pobre visconde, que para mais nada teve animo. As provincias de Montevidéo e do Rio Grande assistiam convulsas e tristes a essas fataes intrigas, quando o marquez de Barbacena em meiados de Novembro de 1826 assumiu de facto na povoação do Norte o commando, e reuniu-se no dia 1 de Janeiro de 1827 ao exercito em Santa Anna. Nem no exercito, nem nas provincias que se achavam envolvidas na guerra, encontrara o marquez de Barbacena um homem que lhe fosse affeiçoado, nem um amigo útil por sua intelligencia, de reputação já formada, indispensável por conhecimentos militares, estratégicos e tácticos, pelo vigor de espirito e de resistência, qual podesse auxiliar em algum feito verdadeiramente grande; o marquez tinha um desaffecto em cada soldado, em cada official, em cada habitante da província, porquanto sua regra imprescindivel de não aceitar de qualquer habitante nem uma colher de farinha, nem um ovo, nem uma gallinha, nem o mais frugal manjar, nem um convite, sem previamente informar-se do preço e pagar adiantado, lhe tinha alheado as sympathias dos hospitaleiros rio-grandenses, e tinha alargado o espaço que nunca devia têl-os separado. 

Elle repudia nossos pequenos donativos, nossa amizade hospitaleira; — é mais orgulhoso do que o próprio Imperador, que nunca assim procedeu: taes eram as palavras que a respeito d'elle se ouvia. É sabido que o marquez tinha poderosos motivos para assim praticar: na Europa seu procedimento teria sido devidamente reconhecido, mas // n'este paiz ínculto, em que é de absoluta necessidade pedir aos habitantes as cousas indispensáveis para a vida, encontram-se no interior das províncias, frequentemente homens abastados, que à mais cordial hospitalidade reúnem uma delicadeza por assim dizer innata, e consideram como um insulto a menor apparencia de classifical-os na categoria de donos de tabernas. O saliente exemplo do general era chefe não encontrou imitação nem approvação, pelo contrario a mais aspera censura de todos os lados. A gente fugia, quando elle apparecia. Com tal reputação, com tantas antipathias chegou elle ao exercito reduzido a um lastimável estado pela fome, pela falta de dinheiro e outras causas, que por honra do Brasil quero passar em silencio. 

Magoava, dilacerava o coração vêr na maior miséria os defensores da pátria, aquelles que com seus peitos, suas vidas formavam o baluarte; era indigno que conservasse sua vida com uma pequena porção de carne podre de côr preta azulada, até mesmo expostos a morrer de fome, sem que aos doentes se podesse offerecer algum lenitivo para seus soffrimentos. Além d'isso achou-se o espirito de delapidação por tal fórma arraigado, que o marquez com a sua chegada não podia offerecer uma refeição aos soldados, e se resolveu a fazer sensiveis reformas nas mais elevadas repartições, emquanto que o inimigo, por assim dizer, às portas declarava em alta voz sua intenção de dar abrigo e tratamento ao pequeno grupo de doentes. 

No dia 1 de Janeiro o marquez se reuniu ao exercito, no dia 13 as guardas avançadas foram surprehendidas, e no dia 13 todo o exercito em marchas forçadas só cuidava de sua salvação: no principio d'estas ephemeridas já vimos o que aconteceu n'esta primeira pequena marcha, e assim podemos ter uma idéa exacta da nova força, mobilidade e capacidade para a luta. //

Quarta-feira, 21 de Fevereiro. — Ao romper do dia matamos à espingarda o primeiro alimento depois de 36 horas de grande trahalho, concertamos a artilheria quanto era possível, distribuimos as munições encontradas ou as que alguns soldados tinham de sobresalente, queimamos quinze 
carretas com armas e roupas, que o inimigo escondera aqui à margem do rio e resolvemos ficar algumas horas atraz d'esta barreira; felizmente não appareceu inimigo algum e continuamos traquillamente nossa marcha para a Boca do Monte (passo de S. Lourenço sobre o Jacuhy) até a estancia de Cezar, A marcha foi lenta e difficil: a natureza fez valer os seus direitos; em todos os rostos se patenteava a dôr geral, a fome e os grandes esforços em pallida mistura. Os 11 canhões era puxados pelos restos do 24.º regimento de cavallaria por meio de laços para ajudar as mulas. 
Acampamo-nos em grande extensão para commodidade e descanço das tropas ao longo de um pequeno ribeirão; recebemos a noticia de que o inimigo nos perseguia, e não podíamos dar muita attençao á escolha de uma posição por não termos forças para sustental-a e defendel-a. O animo e 
vigor das tropas a tal ponto tinham decrescido, que uma resistência mal succedida traria em resultado uma completa desordem e dissolução. 

Quinta-feira, 22 de Fevereiro. — Chegaram informações de que o inimigo avançava ; a uma hora principiamos a nossa marcha, que, como a do dia anterior, foi triste e lenta. 
De tarde chegamos à estancia do coronel Manoel Carneiro, chamada do Páo Fincado, e perto d'ella encontramos o corpo de cavallaria de Bento Manoel acampado tranquillamente; o coronel chegou-se a mim com toda a impudência. Triste pela perda de tudo quanto era meu, pobre e solitário, desamparado e abandonado fico muitas vezes atraz entregue às minhas reflexões : minha saúde esta // muita alterada. Soldados de infantaria, ás centenas, pobres, esfomeados, desesperados ficam diariamente atráz; muitos d'elles não podiam ser transportados nem nas carretas nem nas garupas, porque esses insignificantes recursos eram reservados para os feridos. Bento Manoel é mandado para o serviço de retaguarda, com ordem de prestar todo o auxilio aos que ficarem atraz e de cuidar em transportal-os. Communicam-me que o Dr. Hildebrandt está vivo e no gozo de perfeita saúde e que o major Weisse com muita gente tomou o caminho de S. Gabriel. 

Sexta-feira, 23 de Fevereiro. — Marchamos às 5 horas da manhã até o rincão do capitão Balthazar, Rodeio Colorado cerca de legoa e meia de distancia do ultimo acampamento. 

Sabbado, 24 de Fevereiro. — Ao despontar do dia partimos e paramos ao meio dia perto da estancia de Narciso de Figueiredo durante algumas horas. Ficamos com todo o gado que vimos ou que pudemos alcançar. Chegou o velho coronel Carneiro com a noticia de que o Imperador partira do Rio, e já chegara à Porto Alegre. Com palavras não se póde descrever o jubilo das tropas nem a influencia que sobre nós exerceu tão fausto acontecimento. De tarde partimos em boa e feliz disposição, avançamos até o Boqueirão do campo do Pavão, entregando-nos aos sentimentos de alegria despertada no povo e no exercito pela presença do Imperador, porque haviamos agora de expellir só com arma branca o inimigo do solo da província. 

O marquez trabalhou toda a noite para mandar o major Poncadilha cora despachos e comprimentos ao Imperador em Porto Alegre. 

Domingo, 25 de Fevereiro. — É enviado ao romper do dia a ter com o Imperador o major Poncadilha, a quem acompanháram as bênçãos de nós todos. Continuamos a // marchar, passamos pela estancia do Rocha, atravessamos o passo do Ponto, que havia muito procuravamos, encontramos em péssimo estado o Vaccacahy e fomos nos acampar à margem ulterior d'este rio. 

Segunda-feira, 26 de Fevereiro. — De manhã continuamos a nossa marcha, ao meio dia deixamos à direita a posto de S. João assim como a estancia de S. João Novo ou do Sr, Rodrigo e nos acampamos a um quarto de légua de uma vertente do Vaccacahy. No caminho encontramos o 
criado do general John, depois lambem Estevão, Militão, Abio Manoel e Banache. Encontramos tambem o venerando coronel Jardim, a quem os covardes índios deixaram só no campo de batalha com alguns carros, e muitos d'aquelles que se denominavam extraviados propriamente desertores, que elle reunira em S. Gabriel. Também achamos Morcey jazendo quasi morto à margem por traz de umas sarças. 
Soube tambem que o tenente-coronel Siegener fallecêra tres dias depois dos infelizes acontecimentos e fora sepultado em Caçapava. Foi hoje a primeira vez, que depois da batalha, recebemos alguns refrescos e algum vinho no porto de S. João. 

Terça-feira, 27 de Fevereiro. — Marchamos hoje até o S. Sepé que passamos e nos acampamos à margem direita, ficando o ponto de passagem no meio, isto é, as duas divisões ficaram à direita e à esquerda da venda no passo de S. Sepé ou o posto do Juque. Encontramos a venda bem aprovisionada, e o marquez n'ella se alojou com seu estado-maior. Aqui acham-se alguns que escaparam e salvaram algum dinheiro, de modo que obtivemos alguns vinténs para conforto do corpo e da alma; pois o general distribuia à gente cheques sobre a caixa militar em Porto-Alegre. 

Quarta-feira, 28 de Fevereiro. — Escrevo a meu querido pai, ao Sr. Scheiner no Rio de Janeiro e ao Sr. Chaves // no Rio-Grande e entrego as cartas ao Sr. Galvão, que parte hoje de tarde para o Rio Grande. O Sr. Kerst, engenheiro do marechal Brown, chegou hoje e eu logo o conduzi à presença do marechal. À tarde o estado-maior com o marquez marchou ao encontro das tropas, que tinham ido adiante, nós as encontramos acampadas perto da fazenda do Brown. Uma forte divisão de cavallaria ficou sob as ordens rio brigadeiro Barreto em S. Sepé. como vanguarda do exercito, o qual, de accordo com o conselho militar hoje celebrado, retirou-se para traz do rio Jacuhy. atravessou este rio no passo de S, Lourenço e ahi permaneceu até que as circumstancias permittissem encetar alguma nova empreza. 

Quinta-feira, 1 de Março (*) — Ao amanhecer partimos e encontramos à nossa direita as estancias de Moraes, da viuva Lourenzo e de Masado, e no jardim d'este ultimo saboreamos um excellente almoço. Passamos o arroio de Santa Barbara e estabelecemos nossos acampamentos à margem direita junto ao passo. 

Sexta-feira, 2 de Março. — Pozemo-nos em marcha ao raiar do dia, às 3 horas, e só às 7 tocamos ao termo do rio Jacuhy, tão difficil de atravessar, no passo de S. Lourenço. Geralmente só ha uma passagem por meio de canoas, mas o presidente em Porto Alegre mandou preparar uma ponte volante para nossa recepção e facil transito. 
Collocamos nossos acampamentos no ponto da passagem à margem esquerda, mandamos vir para o nosso lado tudo quanto foi possível, mas não pudemos terminar e ficaram na outra margem muitas carretas e carros da artilheria com a necessária defesa. 

Sabbado, 3 de Março. — Ficamos nos abarracamentos. 

(*) No original está Maio, mas é evidentemente engano. // 

choveu hontem e hoje; esforçamo-nos para transportar para o outro lado os carros e as carretas da artilheria. O marechal Brown partiu apressadamente para o Rio Grande e communicou-me a disposição do commandante era chefe da artilheria para o dia de batalha; era uma peça ridícula, que eu li com sentimentos de compaixão. Chegou-nos farinha de Porto Alegre, assim como provisões para o marquez; eu distribui uma caixa de assucar em nome d'elle. No passo existe uma venda, e só agora se ouviu a primeira musica do acampamento. 

Domingo, 4 de Março. — O general em chefe mandou-me explorar o rio Jacuhy, actualmente a barreira de nossa posição, nos differentes pontos de passagem, e eu apresentei a seguinte relação das pesquizas que fiz rio abaixo até a villa da Cachoeira: 

«Atravessei o rio Jacuhy no passo de S. Lourenço e segui às 9 horas e 50 minutos da manhã no rumo de S,E. pela margem direita do mesmo rio. O caminho é uma planicie seguida, como geralmente nas costas dos rios, quando elles não correm entre montanhas. Cheguei às 10º e 37 minutos ao passo da Barra do Yrapuá, que faz a seguinte configuração com o rio Jacuhy.

PLANTA 

As medidas são passos de cavallo. 

A minha marcha foi na direcção de S L para V C e para isso tive de atravessar os passos ABC e seguir o caminho indicado. As bordas dos rios são altas, escarpadas e difficeis; as margens têm mato muito grosso, e para se chegar do passo A ao passo C gasta-se mais de um quarto de hora quando a viagem é feliz; os passos — uns podem ser vadeados, outros atravessados à nado, devendo-se, po//rém, esperar que em estação mais adiantada as chuvas de poucos dias tudo inundem, até mesmo a maior parte da ilha baixa que se acha entre B e C. Diz-se que este passo da Barra de Yrapuá é o melhor e o mais frequentado do rio Jacuhy, e por esta circumstancia não póde ser inutilisado para não se cortar a retirada dos nossos habitantes fieis, de suas famílias e de seu gado. Devendo-se considerar esta passagem como a principal: a sua observação e defeza exige mais força, para que se imponha respeito ao inimigo e se auxilie e anime aos habitantes que vem em retirada. Uma companhia de caçadores, cem homens collocados por detraz das arvores à margem do rio bem impediriam qualquer tentativa de passagem. Collocando-se uma ou duas peças de artiiheria na bateria D, nos flancos das quaes haveria lugar para duas peças mm metralha, poder-se-hia bater toda a passagem desde o principio até o fim. 

No terreno D ficariam algumas arvores, já meio cortadas, para cobrir a bateria, as quaes só seriam removidas quando o inimigo quizesse forçar a passagem; as outras arvores grandes serviriam para elevar os fundamentos da bateria no escabroso declive do terreno, para as plataformas e forros interiores dos parapeitos. Outras reflexões para maior segurança e melhor arranjo darão as circumstancias e o engenheiro que for encarregado da execução dos trabalhos. 

Às 11 horas e 11 minutos continuei a minha marcha pela margem esquerda do rio no rumo de SE. perto da costa que está coberta de muito mato espesso. Todo o terreno é uma extensa várzea de pouca largura, chamada de Nossa Senhora. Às 11 horas e 33 minutos achamos o caminho cortado por um arroio, secco n'este momento, chamado o passo da Arêa. Às 11 horas e 43 minutos encontramos toda a várzea do rio atravessada // por uma sangra profunda, que só com difficuldade os cavallos soltos poderiam atravessar em alguns lugares. 

Às 11 horas e 49 minutos atravessamos a sangra da varzea de Nossa Senhora e uns 100 passos mais adiante uma outra igual, as quaes todas no tempo das chuvas levam para o rio as aguas que escoam das alturas adjacentes à costa. 


GUERRA ENTRE O BRASIL E BUENOS-AYRES 

Devia-se estabelecer no território cisplatino, depois da guerra, colónias militares, com uma administração, sob todos os pontos de vista, verdadeiramente militar, até nas relações económicas. A mocidade deve ser educada com muito cuidado; a escolha dos professores deve ser feita com as maiores precauções. A religião e a affeição à casa reinante devem formar os principios fundamentaes, porquanto são a base poderosa da ordem publica e do desejo de conservar a constituição hereditária, a qual a natureza liga os primeiros e mais profundos sentimentos de uma fidelidade inabalável. 

Não deve ser precipitada a escolha das localidades para estas colónias, que, se fôr possível, devem ter uma importância technica ou estratégica, como o Rincão das Gallinhas, no Rio Negro, Urngury, sobre o Santa Maria até Bagé, e a ilha do Martim Garcia, etc., que por todos os modos se devera tornar estabelecimentos militares. Homens que conheçam o solo, o tratamento dos productos, devem ser empregados como instructores, e os trabalhos da lavoura devem ser feitos pelos corpos, inválidos e outros militares beneméritos, incapazes de serviços, devem encontrar a faculdade de adquirir terras, porque empregariam maior cuidado em sua propriedade e seu exemplo seria animador, Devia-se organisar o estabelecimento. //

É preciso lançar um olhar retrospectivo sobre o estado presente e passado. 

O combate de Sarandy a 12 de Outubro de 1825, do qual nunca se soube os pormenores e que teve um resultado desfavorável para o Império, pôz em movimento a conhecida actividade do Imperador, que só observada de perto podia ser avaliada com justiça. Passou-se em revista as tropas da capital e o Imperador fez a seguinte proclamação, e em pessoa apressou o embarque das tropas que partiram para o sul, com um tal zelo, que me fez imaginar um perigo de natureza differente d'aquelle que encontrei na época da minha chegada. Seu espirito não descansou emquanto não se acharam todos a bordo. Elle mesmo atravessou o porto n'um vapor para inspeccionar tudo a bordo e deu o signal para a partida; uma porção de gente, que teve licença, ficou em terra. O brigadeiro Rosado, commandante da expedição, demorou-se 57 dias em Santa Catharina. 

O visconde da Laguna, talvez o melhor general que o Brasil possue em seus vastos domínios, sahiu no fim de Agosto de Montevideo. Quando chegou ao Rio Grande causava profunda commoção assistir ás provas de affeiçâo com que da parte dos habitantes era acompanhado cada um de seus passos: era revoltante ouvir as reclamações que oralmente e por escripto eram apresentadas de todos os lados contra o general Rosado; mais triste, porém, era que o exercito, que arriscava o que ha de mais caro para o homem na terra — a vida — para proteger o Império, ficara exposto a todas as desgraças, até a morrer de fome, como se prova por milhares de testemunhas. O primeiro acto do visconde foi regularisar logo o transporte dos viveres, Os donos dos carros e bois tinham desmanchado os carros e levado os bois para o mato, para escaparem a sorte do seus antecessores, que tinham visto roubar os carros, maltratar os escra//vos, quando chegaram a Sant'Anna, d'onde nunca mais voltaram, sem jamais ter podido obter um certificado da detenção e confiscação para prover o exercito das cousas mais necessárias. Para esse fim partiu logo o general Lecor para S. Francisco de Paula, que era o arsenal de guerra e residência da gente mais abastada da província. Todos o receberam de braços abertos; com elle todos queriam entrar em ajustes: todos os carros, todos os recursos que a dinheiro e a boa vontade podem fornecer, foram postos à sua disposição. Por toda a província foi elle considerado como um redemptor de longos soffrimentos, e até chegou a ser assim denominado nas portarias do presidente Gordilho: todo o exercito o esperava como um libertador. Os contratos de transporte foram concluidos; de lodos os lados chegaram carretas para salvar o exercito soffredor; não se pôde censurar ao commandante em chefe por ter lucrado com isso o commercio dos habitantes. O beneficio material foi o incentivo do momento, porque o interesse próprio é a machina omnipotente que o sábio põe era movimento para mais facilmente attingir a seus fins ulteriores. 

Salvar o exercito, animal-o, tal era o filo principal do commandante em chefe. 

O exercito estava cm Sant'Anna, um dos ângulos mais salientes da fronteira entre o Rio Grande e a Cisplatina, sem vantagens estratégicas, militares ou económicas; avançando sem segurança alguma e em completa desordem sob o ponto de vista da castrametação. Eu, sem antes lá ler estado, entrei duas vezes de noite e sem guia no acampamento, pelo lado do principal ingresso, sem encontrar uma única sentinella; já em meio caminho me tinham dito em algumas estancias, que nada era mais fácil do que uma surpresa do acampamento, collocado em tão ruim posição, que nem bandos de indios vagabundos // alli teriam parado. No próprio acampamento nenhuma ordem se notava, não tinha frente, nem lugar de alarma, nem de reunião; não era uma posição militar, nem disso havia a menor probabilidade. As tropas disseminadas faziam frente umas para as outras; parece impossível descrevêl-o com todos os defeitos que na realidade tinha. Infelizmente perdeu-se a planta da batalha. 

Quando cheguei ao acampamento já se percebia o benéfico resultado operado pelo visconde na organisação dos transportes, os ânimos desfallecídos se reanimavam para celebrar o autor doesta benção. Já em Setembro soube o nobre heroe do novo insulto, que na corte se lhe preparava; seu zelo mais se arrefeceu pela maneira porque lhe foi communicada esta mudança. Assim foram de uma vez annullados todos os planos, de ha muito concebidos para a campanha, era uma variação da manobras anteriores sem alteração de circumstancias. 

Projectava-se concentrar o exercito na importante posição de Bagé, os regimentos 4.º e 5.º, que tinham de recrutar e fazer exercícios, partiram para Porto Alegre e Rio Pardo; os substitutos dos que estavam sujeitos à conscripção, foram alistados no Rio Grande, e pretendia-se organisar o batalhão provisório. Cada navio que chegava trazia nova inquietação, e o visconde por mais de dois mezes prompto para marchar para Porto Alegre ou Sant'Anna, não effectuava seu intento, porque todos os dias se esperava o novo general. Em fins de Outubro appareceram partidas inimigas em Roxa, Santa Theresa, Castillos e Chuy; chegou um transfuga allemão, que espalhou noticias assustadoras. Eu o examinei e mandei vigiar. Os differentes interrogatórios não produziram alteração nas declarações e confirmaram que forças consideráveis cora artilheria adiantavam-se contra o Rio Grande. O visconde mandou fortificar // o Rio Grande com barricadas e ordenou ao 5.º regimento que voltasse em marchas forçadas para S. Francisco de Paula. 

O marquez de Barbacena chegou no dia 1.º de Janeiro de 1827 a Sant'Anna; no dia 5 os postos avançados foram quasi surprehendidos, e no dia 13 marchou o exercito com 18 cavallos capazes para o serviço. As carretas das munições ficáram ainda a um dia de distancia de Sant'Anna, porque os bois succumbiam. Por falta de meios de transporte ficaram em Sant'Anna toda a bagagem do exercito, dez peças de 6, o hospital e o batalhão provisório. A 19 de Janeiro entrou o inimigo em Bagé por entre nós e a divisão do marechal Brown, a 80 léguas de nós, occupando uma posição do 1.º corpo e tornando-se d'este modo senhor dê todas as direcções para o coração da província do Rio Grande. O exercito estava cheio de fome e fadiga, deviam-lhe o soldo de 6 à 9 mezes, só alguns officiaes tinham sido pagos até aquelle dia por amizade e favor. Milhares de tropeços tinham de ser removidos; para prova basta ler o relatório do quartel-mestre-general, tenente-coronel Elisiario, ao general Rozado. Desde muito tinham desapparecido a religião e a justiça e com ellas sumiram-se a disciplina e a ordem. Nenhum auditor havia no exercito. O único auditor geral do exercito, pouco antes nomeado, chegara nas vesperas da batalha e desapparecêra no meio do tumulto; seis semanas antes da batalha o commandante em chefe pediu a um padre que viesse para o exercito e cuidasse do altar, que se desmanchava. O padre do 3.º regimento de cavallaria de S. Paulo era o único que existia no exercito, mas a falta de altar, de missal e vasos lhe tornava impossivel o desempenho de suas funcções. Conservára-se fiel ao seu regimento durante a batalha e perdera tudo quanto tinha. 

O hospital da Sant'Anna era um quadro hediondo de miséria // e desgraças. Doentes de todas as classes, sem separação, sem remédios, sem tratamento morreram indiscriminadamente sem receber um único testemunho de solicitude durante a vida, sem encontrar o menor desvelo na hora derradeira. 

O acampamento predilecto das tropas n'esta campanha era um rincão, como d'elles muitos se encontram nos ribeirões, especialmente onde dois se reunem; os soldados sem direcção alguma da parte do chefe ou dos officiaes, todos confundidos levantam seus ranchos onde melhor lhes convém, servindo-se para isso dos ponches. As tropas da província tinham immensos bandos de indias, que nos melhores cavallos passavam em torno do exercito e as vezes so pela força podiam ser separadas ou apeadas, nunca porem podiam ser completamente afastadas. Os acampamentos não tinham outra segurança senão vedetas muito avançadas (a uma legua de distancia nas principaes avenidas e pontos visíveis ao longe). Taes acampamentos se acham sempre n'uma espécie de bacia ou caldeirão e se reconhecem ao longe pelos rebanhos que pastam nas montanhas circumdantes. No caso de mudar-se diariamente o acampamento e de estar longe o acampamento, são sufficientes estas precauções, mas como regra geral é obvio que são defeituosas e precárias. 

O systema predominante de fazer marchar a cavallaria em cavallos que são successivamente substituidos, está em contradicçãõ com a natureza doesta arma, que exige conhecimento do animal e do ensino que o animal recebeu; é um systema destruidor, que ha de reduzir em pouco tempo os cavallos da provincia, e é incomprehensivel como em guerras tão frequentes, tão longas, quasi sem interrupção, ainda nem um general se lembrasse de pôr um paradeiro a um tão grave detrimento. Se desde a principio tivessem manobrado exércitos tão grandes como os d'esta campanha, jà os // cavallos teriam desapparecido; só a guerra feita por bandos pequenos e o grande numero de cavallos explicam a não extinção deste animal indispensável. Para o futuro o governo deve dirigir sua attenção para este assumpto. 

A visinhança dos Estados republicanos é hostil em seu principio fundamental, e só uma preponderância sempre prompta pode infundir sério respeito. O Rio Grande e a Cisplatina, regiões idóneas para a criação do gado cavallar, devem-se tornar a escola da cavallaria que devemos organisar. Cumprem-nos desenvolver a criação de cavallos, fundar colónias militares, induzir o governa, e favorecer com premios a cultura dos cereaes, construir armazéns para guardar de um anno para outro, uma determinada porção de provisões para em caso de guerra, sustentar as cavalhadas com unia alimentação que as habilite a aturar as fadigas da campanha. 

Passo em silencio as vantagens que offerece um cavallo bom, ensinado, destinado a um só homem, que só d'elle trata, só n'elle monta; estas vantagens são inherenles à idéa que se tem de uma bôa cavallaria. Admitto bravos, ágeis, adestrados cavalleiros, mas ninguém chamara boa aquella cavallaria que monta em animaes chucros. Creio que na campanha de 1827, tendo nós pouco mais ou menos 4,000 homens de cavallaria, cortaram a orelha direita a mais de 30,000 cavallos, sem que por isso tivéssemos bons animaes de montaria, nem mesmo por oito dias possuisse-mos uma cavalgadura supportavel. Os cavallos são conduzidos em pequenos bandos na frente e ao lado do exercito; na retaguarda em maior quantidade. Os infelizes animaes impellidos pelo medo constante do azorrague dos conductores, não têm descanso nem espaço, onde encontrem alimentarão suffciente, porque a gramma só não ministra forças, e só em grande porção enche o estômago; nem um cavallo // é regularmente tratado, nem isso é possível por causa do numero. Quando o exercito se põe em marcha, o soldado monta sem interesse, sem amôr, sem affeição pelo cavallo, e quando este fica cansado, apanha à laço qualquer outro da tropa. Em poucos dias de marcha ficam extenuados centenares de cavallos, que apenas percorreram algumas leguas; e este mal progride de um modo assustador.

Os cavallos acostumados só à gramma emmagressem tão sensivelmente, que não se póde reconhecêl-os quando se altera a quantidade d'agua, o descanço e a qualidade do alimento. Passam-se dias sem que recebam agua, e quando a encontram, só bebem sendo impellidos para perto pela violência das bordoadas. A guarda dos cavallos exige um numeroso pessoal, que estranho ao serviço e disciplina militar não participe dos combates, pelo contrario tem de ser reforçado, porque o inimigo aggride logo as cavalhadas por causa da sua importância. 

Bento Manoel, encarregado de observar e inquietar os flancos do inimigo, devia assumir gloriosamente o papel de uma reserva activa, se nós chegássemos a alcançar o inimigo e o fizessemos parar. Que occasiao esplendida para conquistar uma reputação immorredoura, para colher louros eternos, para tirar uma desforra da ignominia de Sarandy, para gravar o nome de heróe nos fastos da gloria brasileira, Com mais facilidade se coroa aqui a fronte do vencedor do que nos campos de batalha da Europa; aqui se exalta até ao céo, aquillo que na Europa se chama friamente dever. Quem observa, approxima se do objecto da observação; isto é intuitivo até para o infimo soldado: o general em chefe linha certamente o direito de suppôr o conhecimento d'esta máxima, pouco superior ao instincto animal, em um commandante de brigada, que se tinha cercado de uma certa pompa de nome brilhante, de valentia, ta//lento, coragem; que fallava com muita philaucia; que prodigalisaya grandes promessas. Bento Manoel tem de dar estricta conta de seu inexplicável comportamento. O inimigo, com pleno conhecimento da expedição e do indubitável fim do corpo de Bento Manoel, dirigiu contra elle varias operações, e nos boletins de Alvear apparece um terrível desmentido à coragem tão preconisada do nosso heróe. 

Parece que Alvear, cansado das constantes retiradas de Bento Manoel, desistiu de observal-o, e ficou incerto a respeito da posição d'elle no dia da batalha por causa da forte guarnição do passo do Rosário, e por ter despachado logo depois da batalha um considerável corpo de tropas com artilheria, etc. Que estrella de felicidade, tão rara para os mortaes, não quiz seduzira Bento Manoel. Ainda me recordo da impaciência com que desejava vêr Abreu, Bento Gonçalves e Bento Manoel, de quem tanto me tinham fallado. Diziam que Bento Manoel depois do desastre de Sarandy jurara não cortar a barba emquanto não ganhasse uma brilhante victoria. Pedi ao general em chefe um só dia de licença para contemplar as feições dos tres, e tendo satisfeito minha curiosidade, não pude desvanecer a idéa que a natureza não deixava lêr os feitos a mim narrados na estatura, porte, rosto e maneira de faltar dos tres; o tempo ao depois me confirmou que elles só fizeram aquillo que sua physionomia revelava, aquillo que o attento observador podia perceber. Bento Gonçalves gritou sempre horrivelmente, gabou-se de grandes façanhas, foi sempre o objectivo de seus próprios louvores; isto logo me desagradou, logo surgiram minhas desconfianças. Elle só queria medir-se com Lavalleja, traspassal-o no meio de seu acampamento; não cumpriu sua palavra, nem mais se lembrou d'esta façanha quando chegamos ao campo de batalha. 

Bento Manoel era gordo de mais,muito bem nutrido, amigo // dos commados, muito inclinado ao dolce far niente, querendo todos os deleites em torno de si e no acampamento ; nenhum cavado podia supportar tão pesada massa: uma grande alma não podia habitar em um tamanho corpo. Já não encontrei a barba, que, segundo diziam, deixara crescer desde a derrotado Sarandy, e comprehendi então de quantas anedoctas esses heróes se tinham cercado e mandavam espalhar pelos seus lanceiros; involuntariamente me recordei dos covardes de Bomston. As minhas observações sobre o modo porque o encontrei acampado me levaram a muitas conclusões. 

Abreu era uma creatura boa, amavel, inculla, despida de quaesquer conhecimeulos militares: de soldado dos chimangos (alcunha das tropas muito ruins e preguiçosas) tinha subido a marechal de campo e barão do Império. Devo também notar que Bento Gonçalves e Bento Manoel eram homens bondosos e respeitáveis, como indivíduos, mas desprovidos de conhecimentos, sem cultura; tinham ganho nome nas guerras de partidas, à frente de pequenos bandos, que mais estimam aquelle que maior desordem e irregularidade permitte. 

PLANO DE OPERAÇÕES 

O governo tinha comettido o grave erro de concentrar consideráveis corpos de tropas na fronteira do Rio Grande, emquanto que, tomando por base o Uruguay, Montevideo, a Colónia do Sacramento, o Rincão das Gallinhas e a ilha de Martim Garcia, poria as operações de terra em harmonia com a esquadra, teria Buenos-Ayres em constante inquietação, de tal modo que nem um rato sahiria da cidade, sempre exposta â dupla acção das tropas terrestres e navaes. //

A coxilha geral ou real estende-se do passo de Japejú até Itaquatiá [que significa pedra com inscripção), passando pelo forte de Santa Tecla, Junto à chácara do Fontes (vide nosso acampamento de 19 de Janeiro de 1827) nascem do lado da coxilha de Sant'Anna as Pontas do Ibicuy, e do outro lado, perto de Batoví Chico, nascem os Galhos do Cunhaperú.

MEDIÇÕES NO RIO GRANDE

As diversas estancias estão em geral muito vantajosamente situadas para serem determinadas astronomícamente, e consideradas como pontos principaes para uma medição.
Os proprietários deveriam ser obrigados a dar-lhes uma denominação permanente, visto que actualmente cada uma tem três e quatro nomes. Os pontos determinados deveriam ser assignalados de um modo duradouro por meio de estacas ou pedras marcadas.


Fonte
SEWELOH, A. A. F., “Reminiscências da  Campanha de 1827 contra Buenos-Ayres”, Revista Trimestral do Instituto Historico, Geographico e Ethnographico do Brasil. Tomo XXXVII, Parte Primeira, Rio de Janeiro, B. L. Garnier, 1874. pp.399-462